Entidades e empresas assinam protocolo de intenções para a criação da Associação Fundo Hidrovias RS

Agronegócio

Entidades e empresas assinam protocolo de intenções para a criação da Associação Fundo Hidrovias RS

Grupo de trabalho avançará nas negociações com a Secretaria Estadual dos Transportes
4067 acessos

Nesta segunda-feira (27/06) pela manhã, na sede do Sistema Farsul, foi encaminhada a criação da Associação Fundo Hidrovias RS, que possibilitará a constituição do Fundo Hidroviário no Estado. A assinatura do protocolo de intenções para a criação da Associação contou com a participação de representantes da Farsul, Fecomércio, Famurs, Fiergs, Associação Brasileira dos Terminais Portuários (ABTP) e de empresas que respondem por 80% das cargas transportadas pelo sistema hidroviário do estado – Braskem, Yara, CMPC Celulose Riograndense e Bianchini. A partir de agora, o grupo de trabalho avançará nas negociações com a Secretaria Estadual dos Transportes, buscando maior utilização das hidrovias.

O presidente do Sistema Farsul, Carlos Sperotto, ressaltou a importância desse movimento para o desenvolvimento do Estado. “Enfrentaremos dificuldades e obstáculos pela frente, mas esse é o primeiro passo para avançarmos na superação dos gargalos logísticos do Rio Grande. A partir deste protocolo firmado e das primeiras ações definidas, poderemos avançar. A prioridade é acertarmos as definições com o governo do Estado, que terá papel fiscalizador da Associação”, disse.

O principal objetivo da Associação Fundo Hidrovias RS é fazer um diagnóstico completo do potencial de aproveitamento logístico dos rios e lagos para transporte de cargas e matérias-primas, promovendo o desenvolvimento regional do Estado. A partir deste estudo, será colocado em prática um plano de ação, debatido em conjunto com o governo estadual. Segundo dados da SPH (Superintendência de Portos e Hidrovias), o Rio Grande do Sul apresenta potencial de 930 km para a navegação interior.

“Temos a necessidade de explorar as hidrovias, pelo baixo custo e pelas vantagens que o modal apresenta. Estamos engajados em buscar uma solução viável para o desenvolvimento e para a logística do Estado, e quanto mais parceiros tivermos nessa caminhada, mais força terá o Fundo Hidrovias RS”, destacou Wilen Manteli, diretor presidente da ABTP.
Também estiveram presentes na assinatura do protocolo o presidente da Famurs, Luiz Carlos Folador, o presidente do Fecomércio, Luiz Carlos Bohn, além de representantes da Fiergs, Braskem, Bianchini, Yara e CMPC Celulose Riograndense. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink