Entressafra e concorrência fazem leite subir 9%

Agronegócio

Entressafra e concorrência fazem leite subir 9%

Apesar da alta recente, os valores pagos ao produtor ainda são inferiores aos vistos no primeiro semestre de 2008
Por:
247 acessos

A entressafra e a disputa por matéria-prima pelos laticínios fizeram o leite ao produtor registrar uma alta de 9,1% no país em junho, de acordo com levantamento da Scot Consultoria. Com isso, o preço médio pago ao produtor - pelo leite entregue em maio - ficou em R$ 0,684 por litro. De acordo com Rafael Ribeiro, analista da Scot, com a menor oferta por causa da entressafra no Centro-Sul, as indústrias têm pago mais pelo leite para garantir o fornecimento.

Ele afirmou ainda que parte da alta ao produtor se deve a repasses em função dos aumentos expressivos recentes dos lácteos no varejo e no atacado. O levantamento da Scot mostra que o leite longa vida, por exemplo, alcançou R$ 2,25 o litro no atacado paulista em junho, acima dos R$ 2,14 de maio. No varejo de São Paulo, o valor médio do longa vida foi R$ 2,50 este mês, quase 10% a mais que em maio.

Segundo o analista, a captação de leite continua em baixa no Centro-Sul do país, mas a concentração de partos de bezerros nesta época do ano já faz a oferta de leite se estabilizar em algumas bacias leiteiras. Ele explicou que os pecuaristas programam os partos das vacas - o que eleva a produção de leite - para o período de entressafra justamente para aproveitar os preços mais altos do produto.

Além disso, os preços mais altos estimulam os pecuaristas a investirem na alimentação do gado leiteiro, o que também eleva a oferta do produto.

A expectativa de Rafael Ribeiro é de que a produção de leite comece a se estabilizar no país a partir de julho, o que deve frear a novas altas elevadas, principalmente no caso do longa vida. O produto já subiu 51,5% desde janeiro deste ano, segundo a Scot. Outro fator que deve evitar fortes alta do leite são as férias no próximo mês. Geralmente, o consumo de lácteos diminui nesse período do ano, observa Ribeiro.

Apesar da alta recente, os valores pagos ao produtor ainda são inferiores aos vistos no primeiro semestre de 2008, conforme os números da Scot. Mas atualmente os custos de produção na pecuária leiteira também são mais baixos do que no ano passado.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink