Entrevista: Luiz Dinnouti fala sobre o programa Valore da Bayer CropScience
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)


Agronegócio

Entrevista: Luiz Dinnouti fala sobre o programa Valore da Bayer CropScience

Dinnouti explica a importância do programa para o desenvolvimento sustentável da agricultura brasileira e sobre os benefícios que traz aos agricultores
Por:
5079 acessos
Luiz Dinnouti, gerente de Desenvolvimento Sustentável da Bayer CropScience, fala sobre o programa Valore, criado pela empresa e que acaba de certificar a primeira produção de milho do Brasil.

Dinnouti explica a importância do programa para o desenvolvimento sustentável da agricultura brasileira e sobre os benefícios que traz aos agricultores - como o aumento de 15% no preço de venda obtido com o milho certificado.

O que é a certificação Valore e desde quando ela existe?
Criada pela Bayer CropScience, a certificação Valore garante que a produção é segura, segue as boas práticas agrícolas, respeita o meio ambiente e a sociedade. O objetivo do programa é agregar valor à cadeia produtiva e assegurar a competitividade do produtor brasileiro, certificando a produção responsável de alimentos, fibras e culturas energéticas. Com esta certificação, os parceiros do programa poderão realizar novos e melhores negócios no mercado externo, que já exige essas certificações para a comercialização de alimentos e bebidas. O piloto do programa foi implementado em setembro do ano passado, com a cultura da uva.

E para quais culturas o Valore está disponível?
O piloto foi iniciado na cultura de uva destinada à produção de vinho, sendo com a maior vinícola brasileira, a Salton, a primeira parceira da Bayer CropScience nesta iniciativa. Desde setembro, produtores que fornecem uvas para a vinícola foram orientados e acompanhados ao longo de toda a safra 2009/2010 pela Bayer CropScience e receberam a certificação Bronze em junho deste ano.

Além da uva, a certificação também está disponível para o milho, e devido aos excelentes resultados, temos planos de estender para outras culturas em 2011.

E como o programa começou na cultura do milho?
O milho é uma das principais culturas agrícolas do País, basta olhar os dados recentes divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que mostram que a produção total da primeira safra de milho, plantada no verão (safra 2009/2010) deverá ser de 54,38 milhões de toneladas, aumento de 6,6% em relação ao ano-safra anterior.

Pela grande importância da cultura, a Bayer CropScience decidiu desenvolver o Valore em milho. A certificação do milho de forma sustentável representa um grande avanço para a commodity. Esta é uma ação pioneira no Brasil, que mudará a forma de se produzir o milho, bem como abrir novos mercados aos produtores, que agora passam a oferecer um produto com grande diferencial competitivo.

Com o Valore, que inclui três níveis (Bronze, Prata e Ouro), o produtor poderá conquistar certificações internacionais como Globalgap, certificação de segurança alimentar, e Fairtrade, de comércio justo, entre outras. Assim, ele será capaz de realizar melhores negócios, principalmente no mercado internacional, que exige estes tipos de certificado. Só para se ter uma ideia, o produtor que teve o milho certificado já obteve um preço de venda 15% maior do que o praticado.

Como funcionou a certificação inédita do milho?
Em apenas seis meses, a produção da Fazenda 2P, localizada em Rio Verde/GO, recebeu o nível Bronze de certificação, o que significa que a fazenda cumpriu os princípios básicos do programa, que incluem sistema de gestão integrado, adoção de boas práticas agrícolas, preocupação com o meio ambiente e com a segurança dos trabalhadores.

Uma equipe especializada avalia e indica as melhorias necessárias para que o produtor atinja os padrões de certificação, fornecendo treinamento e apoio técnico. No final da safra, o certificado do Valore é fornecido pela Bayer CropScience após validação da TÜV Rheinland, uma das principais empresas de certificação do mundo.

Com o milho certificado, os proprietários da Fazenda 2P obtiveram um preço de venda 15% maior do que o praticado no mercado. E este é um grande diferencial.

Quais são as exigências para alcançar cada um dos níveis?
A categoria Bronze é para os produtores que cumprirem os princípios básicos do programa, com sistema de gestão integrada, adoção de boas práticas agrícolas, preocupação com o meio ambiente e com a saúde humana.

A Prata permite ao produtor acesso diferenciado ao mercado internacional, pois viabiliza a busca pelas certificações internacionais exigidas. Ela é destinada aos produtores que alcançarem a excelência na produção rastreada, sustentável e segura, além da alta qualidade da safra produzida.

A Ouro é a chancela máxima do programa Valore, pois certifica o produtor que não apenas tem uma produção sustentável e de alta qualidade, mas se preocupa com as relações e práticas comerciais agrícolas e com as exigências do consumidor do mercado internacional. Ele representa o nível mais alto de certificação da produção agrícola, com rastreabilidade total, alta qualidade e segurança alimentar dos produtos agrícolas.

Se o produtor tiver interesse em participar, como deve proceder?
Primeiro ele deve verificar se a cultura em questão já faz parte do Valore. Por enquanto, por se tratarem de projetos-piloto, a participação foi restrita, mas os interessados podem entrar em contato conosco por meio do Converse Bayer (0800 011 5560) para obter mais informações.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink