ES: quebra em conilon pode ser de 70%
CI
Imagem: Sheila Flores
CAFÉ

ES: quebra em conilon pode ser de 70%

Algumas regiões tiveram problemas climáticos que afetaram a produção
Por: -Eliza Maliszewski

A colheita da nova safra avança pelo Brasil, atingindo uma média de 30%. Mas alguns produtores estão desanimados com as perdas. No Espírito Santo, maior produtor de café conilon do país, a expectativa era colher 9,8 milhões de sacas da variedade, segundo estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Em algumas regiões as perdas podem ser de 50 a 70%, como é o caso do Noroeste e Norte capixabas. De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), o que mais contribuiu para as perdas foi o clima. Após a colheita da última safra a seca impediu floradas adequadas e, depois, fortes ventos provocaram queda de folhas e flores, refletindo na produividade. O Incaper ainda registrou o ataque de cochonilha nas lavouras capixabas, provocandoo uma redução no número de frutos nos pés.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.