Estudantes e produtores se organizam em caravanas para a Abertura da Colheita

Arroz

Estudantes e produtores se organizam em caravanas para a Abertura da Colheita

Mobilização atrai mais de 40 ônibus de arrozeiros para o evento que ocorre em Capão do Leão
Por:
151 acessos

Mais de 40 caravanas se programaram para participar da 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, na Estação Experimental Terras Baixas, da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS), na região de Pelotas (RS). Os produtores e colaboradores de propriedades de diversos pontos do Sul do Brasil aproveitam o momento para conhecer as novidades, além de trocar experiências e informações com técnicos e demais orizicultores.

Paulo Marsiaj prestigiou nesta quinta-feira as vitrines tecnológicas. O engenheiro agrônomo e mestre em zootecnia planta 300 hectares de arroz e arrenda espaço para a soja no município de Arambaré, na região Sul do Estado. “É sempre bom estar conectado com produtores que são de outra região, mas também enfrentam as mesmas dificuldades que a gente”, afirma o agrônomo. 

Marsiaj destaca que o cenário do arroz, hoje, é ruim para o produtor e defende a diversificação. Para ele, o ideal é fazer rotação com o arroz, o milho e a pecuária. “Mesmo em período de verão, temos sempre que ter algum campo nativo produzindo carne e, assim, mostrando que a nossa região é produtiva e pode ser mais ainda, só agregando um pouco mais de conhecimento”, avalia o engenheiro.

Conforme o coordenador das caravanas no evento, Luiz Antônio Valente, o sucesso desta edição veio pelo trabalho conjunto da Federarroz, Embrapa e Irga em mobilizar não só os produtores, mas também os colaboradores. Cita que diversas associações de arrozeiros colocaram até quatro ônibus disponíveis para trazer os produtores ao evento. Além disso, universidades também trouxeram estudantes. "Este é um dos melhores números que tivemos em uma Abertura da Colheita, mesmo com todas as dificuldades que o produtor está passando. Tivemos uma grande resposta da comunidade arrozeira em se fazer presente", destaca.

Este ano, as caravanas ao chegarem no evento se deparam com uma novidade. Os guias durante o roteiro das vitrines tecnológicas são os próprios estudantes da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, da Universidade Federal de Pelotas (UfPel), localizada ao lado do evento e que celebrou no último ano seus 135 anos de história. Segundo o professor da área de sementes do departamento de fitotecnia da faculdade, Luis Eduardo Panozzo, o enfoque em aproximar os alunos com o Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), viabilizou a parceria entre as instituições que resultou em integrar os estudantes de agronomia como parte da organização, como guias dos produtores e visitantes. “Ao total, foram selecionados 29 alunos escolhidos a partir do interesse e indicação”, comenta.  

Segundo Panozzo, esse contato dos alunos com os dois pilares mais importantes da área em formação, o produtor e as empresas do ramo, é muito importante. “Essa oportunidade da Abertura Oficial da Colheita do Arroz ser realizada em casa é fantástica, pois proporciona a eles networking, agregar a teoria à prática para aproximar cada vez mais a realidade da futura profissão, despertando neles possíveis oportunidades de estágios”, salienta. Ele conta que a ideia é fortalecer ainda mais essa parceria, agregando o grupo de professores de forma coesa e diversificada para que a Faem seja cada vez mais reconhecida.   

O aluno do 8º semestre de Agronomia, José Otomar de Souza Aguilhera, relata que fazer parte dessa experiência é muito importante pelo contato com o público e em poder expandir conhecimento técnico. ”Poder representar o nome da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel em um evento como este de grande proporção no setor orizícola é uma grande honra”, conta. 

Representando as mulheres na área de Agronomia, a aluna do 6º semestre, Cecília Dachery, considera muito edificante essa experiência proporcionada pela parceria das entidades, principalmente por entrar em contato com o funcionamento das lavouras de arroz, soja e milho e aprender de perto sobre forrageiras. “Considero uma experiência diferente, mais humanizada, além de profissional através do contato direto com a realidade dos produtores visitantes”, afirma. 

A Abertura Oficial da Colheita do Arroz tem o tema “Matriz Produtiva: Atividade Diversificada, Renda Ampliada”. O evento conta com Patrocínio Premium do Irga e Ministério da Agricultura, correalização da Embrapa e realização da Federarroz. Informações sobre a programação podem ser obtidas em www.colheitadoarroz.com.br.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink