Estudantes se preparam para 8ª Jornada Científica da Embrapa Gado de Corte
CI
Agronegócio

Estudantes se preparam para 8ª Jornada Científica da Embrapa Gado de Corte

O evento acontece de 24 a 26 de outubro na Embrapa, em Campo Grande (MS)
Por:
O evento acontece de 24 a 26 de outubro na Embrapa, em Campo Grande (MS)
 
A cada ano aumenta o número de participantes na Jornada Científica promovida pela Embrapa Gado de Corte (Campo Grande, MS), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que registra, este ano, 67 inscritos nas categorias: Iniciação científica, apoio técnico, mestrado, doutorado e pós-doutorado. Os trabalhos que serão apresentados durante os dias 24, 25 e 26 de outubro próximo, na sede da instituição, envolvem as áreas de sanidade animal, pastagens, nutrição, melhoramento animal e vegetal, dentre outras.

Criada com o intuito de valorizar o trabalho dos estudantes, “a Jornada tornou-se um ambiente aberto, dinâmico e propício para a troca de idéias entre alunos, pesquisadores e demais participantes”, afirmam os organizadores do evento. “Este ano a jornada tem um significado especial para a Unidade de Campo Grande que completa 35 anos e traz como tema a Inovação e Sustentabilidade”, lembra a pesquisadora Fabiane Siqueira, coordenadora da 8ª Jornada, que comemora a inclusão do evento no calendário oficial da Semana Nacional de Ciência & Tecnologia (de 15 a 21 de outubro).

Os participantes da Jornada mesmo antes de confirmarem a inscrição de seus trabalhos já cumprem uma programação pré-jornada desde o dia 20 de setembro. A primeira foi uma palestra de abertura do evento pelo criador da Jornada na Unidade, em 2005, quando Cleber de Oliveira Soares exercia o cargo de chefe adjunto de Pesquisa & Desenvolvimento, hoje, no cargo de Chefe-Geral. Em sua apresentação ele enfatizou a importância do evento e sua evolução. Destacou a participação de bolsistas que hoje integram o quadro dos empregados como os dos pesquisadores: Alexandra de Oliveira, Denise Montagner Gilberto Menezes e Lucimara Chiari. O que também não faltou em sua fala foram palavras de incentivos aos bolsistas. A pré-jornada inclui outras apresentações, são elas: a importância da linguagem – para ajudar o estudante na escrita, apresentada em 20/9; A inovação em pesquisa gerando sustentabilidade na prática (16/10) e dicas de oratória na comunicação verbal e apresentação oral (22/10).

Quem participou da pré-jornada em 2011 diz que as apresentações são importantes e ajudam muito o estudante na elaboração dos trabalhos, pois estes são avaliados e julgados por uma banca de cientistas.

Renata Pereira, doutoranda em ciência animal, premiada três vezes e inscrita na 8ª Jornada, diz que “vale a pena participar das palestras. Aprendi a falar em público, a dominar a timidez e a organizar melhor as idéias no papel”. Renata vai apresentar seu projeto de doutorado em produção de vacina de DNA. Marrielen Benites também opinou sobre a pré-jornada sugerindo que todos assistam às próximas apresentações, “elas são importantes e ajudam muito na forma de apresentar os trabalhos”. Para alguns participantes da Jornada, o desafio é melhorar e ganhar experiência, para outros é garantir o prêmio de reconhecimento ou não perder a oportunidade de aprendizado e conhecer outros trabalhos. Catherine Walker, orientanda da pesquisadora Andrea Egito, que participa da jornada pela primeira vez, comenta: “Tentarei escrever o melhor que puder pensando em primeiro lugar no aprendizado, o reconhecimento será uma conseqüência”.

Prêmios de incentivo

Os melhores trabalhos serão premiados com troféus. As categorias iniciação científica e mestrandos terão premiação para 1º, 2º e 3º lugares. Para a categoria apoio técnico só o primeiro lugar e as categorias doutorando e pós-doutorando serão agrupadas e também só o 1º lugar será premiado. A coordenadora Fabiane explica que uma comissão científica julgará os resumos e a apresentação e aqueles que obtiverem as maiores médias serão premiados. “Todos serão vencedores pela dedicação, participação, esforço ao longo do ano e pelo conhecimento tecnológico adquirido”, destaca a pesquisadora Fabiane que antecipou: “Haverá uma novidade este ano ao final do evento e será uma surpresa bem agradável”.

Durante a 8ª Jornada serão apresentados e debatidos os produtos, serviços e conhecimentos gerados a serviço da cadeia produtiva da pecuária de corte, frutos das pesquisas desenvolvidas pelos empregados e acadêmicos que atuam na Unidade.

A Jornada Científica, além de constituir uma mostra dos trabalhos desempenha papel especial na formação acadêmica dos alunos participantes, tanto para cumprimento de suas atividades escolares quanto despertando vocações para a carreira científica.

A Comissão da 8ª Jornada está formada pelos pesquisadores Fabiane Siqueira e Denise Montagner e pelo analista Rodrigo Alva. Integram a comissão científica dez pesquisadores da Embrapa Gado de Corte.

Outras informações na página da Embrapa Gado de Corte www.cnpgc.embrapa.br

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink