EUA: futuros de milho e trigo caem da noite para o dia
CI
Imagem: Nadia Borges
MERCADO

EUA: futuros de milho e trigo caem da noite para o dia

"A Rússia deve permitir a exportação segura de grãos armazenados nos portos ucranianos"
Por: -Leonardo Gottems

Os futuros de trigo e milho caíram nas negociações da madrugada depois que o chefe das Nações Unidas disse que estava em contato com vários países, incluindo a Rússia, sobre a restauração dos embarques de grãos da Ucrânia, segundo informações do portal especializado agriculture.com. O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse na quarta-feira que está em contato com a Ucrânia, Rússia, Turquia, Estados Unidos e membros da União Europeia sobre o restabelecimento das exportações.

A escassez de alimentos já era um problema antes do início dos ataques da Rússia à Ucrânia devido à pandemia de COVID-19, disse Guterres em um discurso ontem. A invasão russa da Ucrânia exacerbou a crise alimentar global que já foi agravada pela pandemia, mudança climática e desigualdade alimentar, disse ele.

Antes do início dos ataques, a previsão era que a Rússia fosse o maior exportador mundial de trigo e a Ucrânia fosse o terceiro maior exportador, segundo dados do Departamento de Agricultura dos EUA. Os países juntos produzem quase um terço do trigo global e metade do óleo de girassol, disse Guterres. A Rússia é o segundo maior produtor mundial de potássio, disse ele.

"A Rússia deve permitir a exportação segura de grãos armazenados nos portos ucranianos", disse Guterres. "Rotas alternativas de transporte podem ser exploradas - mesmo que saibamos que por si só, elas não serão suficientes para resolver o problema. Alimentos e fertilizantes russos devem ter acesso irrestrito aos mercados mundiais sem impedimentos indiretos."

Os futuros da soja foram mais altos, pois as chuvas em partes do Centro-Oeste provavelmente atrasarão ainda mais o plantio, que já está bem abaixo do ritmo normal para esta época do ano. A chuva é esperada em partes do Missouri, Illinois e Dakotas hoje.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.