COMPETIÇÃO

EUA esperam vender US$ 10 mi em carne suína para Argentina

Americanos querem roubar fatia brasileira
Por: -Leonardo Gottems
995 acessos

Os Estados Unidos anunciaram que pretendem vender cerca de US$ 10 milhões em carne suína para a Argentina. Para atingir esse objetivo, os americanos esperam roubar uma fatia da participação do Brasil, que detém 11% do mercado argentino no setor.

O acordo já havia sido anunciado na última visita do vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, à Argentina em agosto. O acordo entre os dois países prevê que os dois possam comercializar o produto entre si.

Nesta semana, o presidente americano Donald Trump comemorou os últimos passos que permite a entrada de carne suína no país sulamericano. Em conversa por telefone com o presidente argentino Maurício Macri, também foi abordada a questão do biodiesel, onde os Estados Unidos colocaram novos entraves para a Argentina recentemente, mas nenhuma solução para o impasse foi divulgadas, de acordo com o jornal La Nación.

A prioridade da administração Macri seria voltar a exportar biodiesel aos Estados Unidos o mais rápido possível. Nas conversas com o governo americano, também estão presentes grandes empresas norte-americanas, afetadas pelas limitações, a Chancelaria argentina e o Departamento de Comércio dos Estados Unidos.

O acordo firmado em agosto também diz respeito às carnes bovinas e aviar, onde a Argentina espera recuperar o protagonismo que perdeu na última década, quando teve seu rebanho reduzido em 10 milhões de cabeças.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink