Expodireto – Parceria é a tônica de parcela sobre hortigranjeiros
CI
Agronegócio

Expodireto – Parceria é a tônica de parcela sobre hortigranjeiros

parceria entre Emater/RS-Ascar e Embrapa trouxe para a Expodireto Cotrijal uma horta a céu aberto
Por:
Essa parceria entre Emater/RS-Ascar e Embrapa trouxe para a Expodireto Cotrijal uma horta a céu aberto. Nela os visitantes irão conhecer seis cultivares de batatas-doce, sete variedades de batatas inglesas que não precisam de agrotóxicos, cinco variedades de mandioca de fácil cozimento e dois cultivares de melão para fins comerciais. Durante o período da Expodireto Cotrijal serão distribuídas ramas de batatas-doce.


O agrônomo da Embrapa, Antônio César Bortoletto, afirma que a parceria é muito importante, pois a Embrapa precisa mostrar seu trabalho. Porém não é apenas a exposição que interessa “as pessoas vêem as novas variedades de cultivares, mas não fica nisso, a Emater está aqui para levar essa realidade ao campo.” Ele afirma ainda que isso dá sentido à existência da pesquisa.

Segundo o coordenador da parcela, Ivan Guarienti, o local foi pensado para apresentar alternativas de culturas que levem segurança alimentar para o agricultor e sua família. "Todas essas variedades escolhidas são de produtos normalmente muito consumidos pelos produtores e que foram aperfeiçoadas pela Embrapa", avalia Guarienti. O agrônomo salienta também a apresentação de cinco raízes comestíveis - Taro, Taioba, Mangarito, Araruta, Ora-pro-nobis -, que são produzidas no Norte do Brasil por agricultores familiares, mas que podem vir a ser produzidas no RS.


Conforme Antônio Bortoletto, da Embrapa, as pessoas tem pouco acesso a alimentos diversificados e acabam sempre por comer as mesmas coisas. “Por exemplo, a Arauta é uma planta que gera o melhor dos amidos, por ser mais solto e não conter glúten.”

A parcela também tem parceria com a empresa de mudas florestais Agriflora, que participa do estande com a finalidade de complementar o ciclo de pesquisa, produção e cuidados com as plantas. A inovação que a parceria trouxe neste ano é o aspersor anti-geada, um sistema que borrifa água sobre a estufa criando uma camada de gelo que permite a temperatura ficar acima do ponto de congelamento evitando, assim, que a planta seja danificada com a geada.

Na mesma área tem destaque ainda a fruticultura. Uma das técnicas apresentadas é o plantio de citros consorciado com eucalipto, que seguindo orientações de base agroecológica pode ter reduzida a incidência de doenças.

Em parceria com a Ceasa é apresentada a produção de agricultura familiar para a segurança alimentar, e com a Associação de Produtores de Mudas de Telado – Aprocitros - é feita a divulgação de mudas de citros de alta qualidade, produzidas em estufas. Também podem ser vistos produtos para a agricultura orgânica ou agroecológicos, como repelentes para insetos e produtos para controle de lesmas e caracóis.


A Emater/RS-Ascar e a Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) estarão presentes no estande com o programa "Irrigando a Agricultura Familiar" onde irão tirar dúvidas sobre açudagem, irrigação e como participar do programa.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.