Exportação de açúcar da Tailândia pode recuar 4% em 2012/13
CI
Agronegócio

Exportação de açúcar da Tailândia pode recuar 4% em 2012/13

País que compete com o Brasil, pode exportar 7,7 milhões de toneladas na temporada
Por:
CINGAPURA (Reuters) - As exportações de açúcar na Tailândia podem cair cerca de 4 por cento na temporada 2012/13 devido às chuvas insuficientes, enquanto a produção na principal região produtora de cana do Brasil, o centro-sul, dependerá do clima mais uma vez nessa temporada, disseram fontes da indústria nesta sexta-feira (28).


O Brasil espera que a produção no ano safra até março de 2013 esteja em linha com a produção da temporada passada, de 31,3 milhões de toneladas devido ao clima seco, disse a consultoria Datagro na semana passada. A temporada começa em abril.

"Eu acho que a pior (situação) agora é se ficar úmido muito rápido, e então você não mói a cana que estamos planejando moer", disse Guilherme Nastari, diretor da consultoria Datagro, a jornalistas em intervalo de conferência da indústria.

"Depende do clima. É difícil prever agora", disse ele, referindo-se ao ano safra 2013/14.

Os preços globais oscilam perto da mínima em quase dois anos a 18,81 centavos, atingida mais cedo neste mês com a perspectiva de excedente global e ampla oferta do Brasil, que vende açúcar para a China, Índia, Indonésia e Rússia.

Nastari espera, porém, que os preços fiquem perto do nível atual de cerca de 19 centavos de dólar por libra-peso.

"Toda vez que o (açúcar) número 11 está acima do custo de produção, os brasileiros produzem muito açúcar", disse Nastari, referindo-se aos futuros na bolsa de Nova York.

"Hoje, o custo de produção está em alta, apesar do preço. O custo de produção é de 21 centavos, e o mercado está em 19 centavos. Então, os brasileiros vão tirar todo o açúcar do mercado. É oferta e demanda."

Em sua última estimativa de agosto, a Datagro disse que o excedente exportável do Brasil seria de 22,25 milhões de toneladas, abaixo da previsão de junho de 23,5 milhões. O Brasil representa metade das exportações mundiais de açúcar.

EXPORTAÇÃO E PRODUÇÃO DA TAILÂNDIA

A Tailândia, que compete com o Brasil, pode exportar 7,7 milhões de toneladas na temporada 2012/13, pouco abaixo do ano passado por conta do clima adverso. A Tailândia é o segundo maior exportador mundial.

"As chuvas não são distribuídas igualmente", disse Rangsit Hiangrat, diretor do Escritório de Cana e de Açúcar da Tailândia, à Reuters, em intervalo da conferência.

"Na região central há bastante chuva, particularmente em Bangcoc, mas nas áreas de cana não há chuva suficiente."

As exportações de açúcar da Tailândia em 2011/12 foram de cerca de 8 milhões de toneladas, com produção de 10,2 milhões, disse Rangsit.

Referindo-se às exportações no próximo ano safra, ele disse: "Se produzirmos 10 milhões de toneladas, podemos ter cerca de 7 milhões de toneladas. As 2,3 milhões de toneladas são para uso doméstico."

O Escritório vai divulgar suas estimativas de produção em outubro. A próxima temporada de moagem da Tailândia deve começar em outubro ou novembro.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink