Exportação de mel cresce 97% de janeiro a maio
CI
Agronegócio

Exportação de mel cresce 97% de janeiro a maio

Quase 12 toneladas foram exportadas durante o período
Por:

A exportação de mel no mês de maio continuou surpreendendo positivamente. Segundo a Associação Brasileira dos Exportadores de Mel (ABEMEL) as vendas para o exterior entre janeiro e maio cresceram 96,79%, para US$ 44,9 milhões, em relação a igual período de 2013. Em termos de volume, o aumento foi de 68,32%, equivalente a 11.917 toneladas.
 
O bom desempenho das exportações do setor se deve a fatores climáticos, como o volume de chuvas nas regiões Norte e Nordeste, contribuíram para o aumento da produção, além do aprimoramento da base produtiva, que resulta em crescimento da produção nacional. Há ainda que se destacar o fato de que o mel brasileiro vem atendendo cada vez mais os padrões de qualidade exigidos pelo mercado internacional, fruto de um trabalho que vem sendo realizado com os produtores e entrepostos há alguns anos. 
 
No mês de maio, as vendas externas de mel avançaram 18,81% em relação a abril, para 3.313 toneladas, atingindo US$ 12,8 milhões. 
 
Mantido esse ritmo, as exportações podem superar o volume de 2011, um bom ano para as exportações. Naquele ano, foram vendidos exportadas 22.399 toneladas de mel, o que representou US$ 70,8 milhões. 
 
Os Estados Unidos continuam como os maiores importadores do mel brasileiro, respondendo por 82,68% das vendas em maio.  Os estados brasileiros que mais exportam para o mercado norte-americano são Santa Catarina e São Paulo, com 54,65% do total.  Depois dos EUA, os países que mais importam o produto são Canadá, com 7,46%, e Reino Unido, com 4,11%. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink