Exportação de trigo da Rússia e Ucrânia deve cair 12%
CI
Imagem: Paulo kurtz/ Embrapa
MUNDO

Exportação de trigo da Rússia e Ucrânia deve cair 12%

“As exportações da Ucrânia caíram em 4,0 milhões de toneladas para 20,0 milhões"
Por: -Leonardo Gottems

A invasão russa da Ucrânia reduzirá as exportações de trigo dos países em 12% combinados, disse o  Departamento de Agricultura  na quarta-feira em uma avaliação inicial do impacto de curto prazo da guerra. Países da Europa à Ásia e África importarão um pouco menos de trigo nos próximos meses devido aos preços mais altos e à redução da oferta da região do Mar Negro, disse.

A Rússia e a Ucrânia estão normalmente entre as maiores nações exportadoras de trigo. Analistas do USDA disseram que as exportações dos dois países cairiam para um total de 52 milhões de toneladas neste ano de comercialização, uma queda de 7 milhões de toneladas em relação à estimativa anterior à invasão. A redução seria parcialmente compensada pela Austrália e Índia, que têm ampla oferta para vender. As vendas de trigo nos EUA foram mais fracas do que o esperado e seriam quase um quinto menores do que no ano passado, disse o USDA.

“As exportações da Ucrânia caíram em 4,0 milhões de toneladas para 20,0 milhões, já que o conflito naquele país deve interromper as exportações da região do Mar Negro”, disse o relatório mensal WASDE do USDA. “As exportações da Rússia são reduzidas em 3,0 milhões de toneladas para 32,0 milhões de toneladas, já que o transporte de navios deve ser restringido pelo conflito e pela imposição de sanções econômicas.”

O impacto seria sentido em países como Turquia, Egito, Afeganistão, Argélia, Quênia, Paquistão, Tanzânia, Iêmen e membros da UE, disse o relatório do USDA. Chuvas abundantes ao longo da estação de crescimento impulsionaram a colheita de trigo australiana para um recorde de 36,3 milhões de toneladas. Auxiliada por preços competitivos, a safra abundante permitirá que a Austrália exporte 27,5 milhões de toneladas de trigo, seu maior total de todos os tempos, disse o USDA.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.