Agronegócio

Exportações brasileira de couros cresceram 34% em 2006

As exportações passaram de US$ 1,4 bilhão em 2005 para US$ 1,87 bilhão em 2006
Por: -Redação
1 acessos

As exportações brasileiras de couros em 2006 cresceram 34%, aumentando de US$ 1,4 bilhão para US$ 1,87 bilhão, segundo dados Secretaria de Comércio Exterior do Ministério de Desenvolvimento de Indústria e Comércio (SECEX/MDIC). Nos doze meses de 2006, os embarques de couros acabados foram 42% superiores em receita quando comparados ao período anterior.

Em dezembro, as vendas externas registraram US$ 186,4 milhões, valor 41% superior aos US$ 131,9 milhões registrados no mesmo mês do ano passado. Já em volume, as exportações no mês de dezembro foram 20% maiores quando comparadas ao mesmo período do ano anterior.

“A indústria de processamento de couros está aumentando cada vez mais sua participação no mercado mundial, a despeito das dificuldades representadas pelas altas taxas de juros, pela pesada carga fiscal e pela sobrevalorização do real sobre o dólar”, diz o presidente do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), Umberto Cilião Sacchelli.

Os principais destinos do couro brasileiro foram a Itália (participação de 26,86% e elevação de 52% ante 2005), China (participação de 20,30% e aumento de 52%) e Hong Kong (15,22% e incremento de 22%).

Estados Unidos, Coréia do Sul, Vietnã, Indonésia, Taiwan e Países Baixos foram outros mercados importantes para o produto nacional. O ano de 2006 registrou salto nas vendas para a Indonésia, cujas importações cresceram 286%, saindo de US$ 9,1 milhões para US$ 35,1 milhões.

Outro país da Ásia que manteve forte e contínuo aumento das compras do couro nacional foi o Vietnã, com aumento de 236%, de US$ 10,6 milhões para US$ 35,7 milhões. As informações são da assessoria de imprensa do CICB.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink