Agronegócio

Exportações brasileiras de arroz caem 6,73% no semestre

Série de fatores elevou custo do produto
Por: -Leonardo Gottems
538 acessos

 

O Brasil exportou US$ 151,6 milhões em arroz no primeiro semestre deste ano, o que representa uma queda de 6,73% nas vendas ao mercado externo em comparação com os seis primeiros meses de 2015 (US$ 162,6 milhões). Entre as categorias, o arroz beneficiado (de maior valor agregado) foi a que teve a maior baixa: 44,81% no período, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). 

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz), a queda se deve a uma série de fatores que elevaram o custo do produto brasileiro no mercado internacional, como a taxa cambial, a redução da safra e a inflação nos insumos. “Tivemos um ano atípico, com prejuízos na colheita e aumento do valor do arroz em casca para indústria. Isso está deixando o Brasil muito menos competitivo; nossos preços, hoje, não têm como concorrer no mercado internacional”, afirma Caroline Spellmeier, gerente de exportação da empresa Arrozeira Adib Peixoto e diretora da Noble Comércio Exterior.

Segundo ela, esses fatores causaram uma reversão de expectativas: “Viemos trabalhando a exportação com muita dedicação nos últimos três anos e chegamos ao ponto de conquistar mercados cativos e importantes. É muito ruim para a imagem do país entrar e em seguida sair do mercado; acaba sendo uma perda de todo o trabalho que fizemos”.

A Abiarroz, porém, ressalta que há boas notícias: o Peru comprou 33,8 mil toneladas de arroz brasileiro em 2016, ante 23,9 mil em 2015, com faturamento de US$ 17,7 milhões neste ano (contra US$ 12,6 milhões no ano passado). Para os Estados Unidos, as toneladas exportadas subiram de 7,5 mil no primeiro semestre de 2015 para 10,5 mil em 2016.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink