Exportações brasileiras de carne de frango crescem 5,7% em setembro

Agronegócio

Exportações brasileiras de carne de frango crescem 5,7% em setembro

Embarques de carne suína in natura deste ano já superam total dos 12 meses de 2015
Por:
948 acessos

Após a retração registrada em agosto, as exportações brasileiras de carne de frango voltaram a apresentar resultados positivos em setembro. Conforme levantamentos da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), as exportações do setor (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) atingiram 387,5 mil toneladas no nono mês do ano, superando em 5,7% o total registrado no mesmo período do ano passado.

Com este volume, os embarques totais do segmento acumulados ao longo do ano (janeiro-setembro) atingiram 3,379 milhões de toneladas, desempenho 6% superior ao alcançado nos nove primeiros meses de 2015. “Neste ritmo, projetamos que as exportações de carne de frango devam atingir o patamar de 4,5 milhões de toneladas”, avalia Ricardo Santin, vice-presidente de mercados da ABPA.

Pela primeira vez no ano, o percentual de crescimento da receita cambial mensal superou as elevações em volumes.  Conforme os dados da ABPA, em setembro foram obtidos US$ 643,3 milhões, número 9,1% superior ao registrado em 2015.  No acumulado de 2016, entretanto, o desempenho segue 3,64% inferior ao alcançado no mesmo período do ano passado, totalizando US$ 5,241 bilhões.

No levantamento da receita em reais o cenário foi inverso.  Em setembro, houve retração de 9,1% na comparação com o mesmo período do ano passado, atingindo R$ 2,094 bilhões.  No ano, o resultado acumulado segue positivo em 6,78%, com total de R$ 18,471 bilhões.

“Os preços seguem em leve recuperação neste ano, em parte, como consequência das elevações nos custos de produção, que ainda perduram como fator de perda de competitividade para quem exporta.  O fator cambial também influenciou neste processo, com redução do desempenho da receita em reais”, analisa Francisco Turra, presidente-executivo da ABPA.

Carne suína in natura - Mantendo o forte desempenho registrado até agora em 2016, os embarques de carne suína in natura registraram em setembro crescimento de 39,6% na comparação com o mesmo período do ano passado, alcançando 63 mil toneladas. 

Com este resultado, os embarques do setor registrados entre janeiro e setembro atingiram 474 mil toneladas, 41,2% acima do alcançado no mesmo período do ano passado. “As exportações realizadas entre janeiro e setembro já superaram o total de carne suína in natura exportada nos doze meses de 2015, que foi de 472,7 mil toneladas”, destaca Rui Eduardo Saldanha Vargas, vice-presidente técnico da ABPA.

Também em ritmo positivo, o saldo cambial de setembro superou em 36,5% o total obtido no mesmo mês de 2015, chegando a US$ 153,7 milhões.  No acumulado do ano (janeiro-setembro) o resultado foi da ordem de US$ 965,9 bilhões, número 11,5% superior ao registrado no ano anterior.

Já nos resultados em reais, as exportações totalizaram R$ 500,5 milhões em setembro (+13,8%) e R$ 3,379 bilhões entre janeiro e setembro (+21,2%).
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink