Exportações de açúcar e etanol pelo Paranaguá crescem no primeiro trimestre

Agronegócio

Exportações de açúcar e etanol pelo Paranaguá crescem no primeiro trimestre

Até março, foram exportadas 491 mil ton de açúcar
Por:
1499 acessos
As exportações de açúcar a granel cresceram 14% de janeiro a março, enquanto as exportações de etanol registraram alta de 26% no mesmo período

As exportações de açúcar pelo Porto de Paranaguá cresceram nos primeiros três meses de 2011. Até março, o Porto exportou 491 mil toneladas do produto enquanto que no mesmo período do ano anterior foram 431 mil toneladas, o que representou um aumento de 14% no volume.


A partir de abril, tem início a safra sucroalcooleira, que se estende até março de 2012. A expectativa do terminal que mais exporta açúcar por Paranaguá, a Pasa (Paraná Operações Portuárias), é que o crescimento das exportações do produto para a safra 2011-2012 seja pequeno. De acordo com gerente-geral da Pasa, Pérsio Souza de Assis, os volumes não apresentarão aumento representativo porque não houve grande aumento na área de plantio da cana-de-açúcar. “Na safra passada, exportamos por Paranaguá três milhões de toneladas de açúcar. Esta safra, temos a expectativa de exportar 3,2 milhões de toneladas”, disse.

Álcool – De janeiro a março, foram exportados pelo Porto de Paranaguá 21,6 mil toneladas de etanol. O volume é 26,2% superior do exportado no mesmo período do ano passado. No entanto, a expectativa é que a exportação do produto não sofra grandes alterações também. De acordo com Assis, a maior parte da produção brasileira de etanol será destinada para consumo interno, desfavorecendo as exportações.


Investimentos – Hoje, a maior parte do açúcar a granel que chega a Paranaguá para exportação vem por ferrovia (70%). A Pasa, que é a maior exportadora de açúcar pelo Porto de Paranaguá, conta com uma estrutura de seis moegas ferroviárias, três rodoviárias e dois armazéns que juntos tem capacidade para 174 mil toneladas.

De acordo com Assis, a empresa está investindo num projeto de ampliação para a próxima safra que irá dobrar o poder de fluxo de cargas pelo terminal em Paranaguá, passando de três para seis milhões de toneladas por safra.
“Estamos construindo mais uma moega ferroviária, outra rodoviária e um novo armazém, com capacidade para 70 mil toneladas”, disse.

A Paraná Operações Portuárias S/A (Pasa) foi o primeiro terminal especializado no embarque se açúcar a granel do sul do País, criado em 2002 e é formado por nove empresas paranaenses, entre usinas e cooperativas sucroalcooleiras do norte do estado. O terminal tem uma capacidade de embarque de 1.500 toneladas de açúcar por hora.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink