Exportações de café de Minas Gerais crescem 21,3% neste ano
CI
Agronegócio

Exportações de café de Minas Gerais crescem 21,3% neste ano

De janeiro a julho, as vendas do agronegócio em Minas cresceram 24,31%, superando média nacional
Por: -Janice
De janeiro a julho, as vendas do agronegócio em Minas cresceram 24,31%, superando média nacional

As exportações de café de Minas Gerais, nos primeiros sete meses deste ano, cresceram 21,3% em relação ao mesmo período do ano passado. O valor das vendas foi de US$ 1,8 bilhão, o que representa quase a metade de todas as vendas do agronegócio mineiro. Os números das exportações foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), do governo federal. Este ano, Minas Gerais deverá colher 23,9 milhões de sacas de café, o equivalente a 50,8% da safra nacional.

A melhoria de renda e a criação de melhores oportunidades de negócio aos pequenos produtores de café é uma das prioridades para o agronegócio no Plano de Governo de Antonio Anastasia. Nos próximos quatro anos, o governador dará atenção especial aos produtores do Sul de Minas, onde está a maior parte da produção estadual.

“O café, que emprega tanto, é a nossa prioridade absoluta no Sul de Minas e merece uma atenção especial. Por isso, nossa associação a uma proposta de governo do presidente Serra para aumentar o crédito e garantir o preço mínimo da safra. O Governo do Estado com seus recursos na área do café, juntamente com o governo federal, tem a obrigação de trabalhar lado a lado, para conseguir mais vantagens para os cafeicultores”, afirmou o governador em entrevista.

Agronegócio em alta

O valor das vendas do agronegócio mineiro para o mercado internacional, de janeiro a julho de 2010, registrou crescimento de 24,3% em relação ao mesmo período do ano passado. O desempenho mineiro supera a média nacional que teve uma elevação de 12,1% com as exportações do agronegócio.

O café é um dos principais responsáveis pelo bom desempenho da balança comercial do agronegócio mineiro. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, as exportações do setor nos primeiros sete meses do ano somaram de US$ 3,7 bilhões. Deste total, 48,6% foram registrados com embarques de café para o exterior. Além do café, os produtos que tiveram bom desempenho nas exportações do agronegócio de Minas este ano foram as carnes bovina e de frango, açúcar e celulose.

Café com padrão internacional

O Governo de Minas, nos últimos oito anos, promoveu uma política inovadora de estimulo à produção de café. Criou o programa de certificação de propriedades cafeeiras, o Certifica Minas Café, para atestar a conformidade das propriedades cafeeiras às exigências dos padrões do comércio mundial. Foi o primeiro programa do gênero implantado no país por um governo estadual. Com a certificação, os produtores têm a oportunidade de conquistar novos mercados, inclusive no exterior. A maioria dos cafeicultores beneficiados pelo Certifica Minas Café é formada por pequenos produtores.

O cadastro dos produtores no programa, a assistência técnica e as orientações para adequações das propriedades são feitos pela Emater-MG. As auditorias preliminares para checar as adequações de acordo com as exigências internacionais são realizadas pelo Instituto Mineiro de Agropecuária. A auditoria para a concessão do selo de certificação é realizada por empresa de reconhecimento internacional, com sede na Suíça. Em 2009, 1.026 propriedades estavam certificadas. Até o ano 2011, serão 1.500 propriedades com o selo de certificação.

Centros de Excelência

Entre 2005 e 2009, o Governo de Minas investiu cerca de R$ 3 milhões na implantação de três Centros de Excelência do Café para desenvolver pesquisas ligadas ao setor e capacitar trabalhadores rurais, engenheiros agrônomos e outros profissionais ligados à cadeia produtiva do café. Ainda capacita profissionais que atuam na classificação de café. Os Centros de Excelência do Café estão instalados em Machado (Sul de Minas), Viçosa (Zona da Mata) e Patrocínio (Alto Paranaíba) e foram construídos em parceria com prefeituras, universidades e associações.

Exportações de café de Minas Gerais (janeiro a julho): US$ 1,8 bilhão
Crescimento em relação da 2009: 21,3%
Principal destino das exportações de café: Alemanha
Safra de café em 2010: 23,9 milhões de sacas (60kg)
Participação de Minas na produção nacional de café: 50,8%

As informações são de assessoria de imprensa.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink