Exportações de milho do país registram alta de 30% em 2004

Agronegócio

Exportações de milho do país registram alta de 30% em 2004

Por:
1 acessos

As exportações de milho do Brasil cresceram 30% em 2004, para 4,8 milhões de toneladas, ante 3,7 milhões comercializadas no ano anterior. Porém, esse desempenho não deve ser mantido em 2005 devido à forte concorrência no mercado externo e à melhor remuneração do mercado local, disseram corretores.

O Brasil embarcou grandes quantidades de milho nos primeiros meses de 2004, aproveitando a escassez do produto no mercado internacional após a fraca colheita no hemisfério norte em 2003. "Neste ano, a situação se inverteu. Há muito milho, e os preços internacionais não atraem o produtor, que consegue preços melhores no mercado interno", afirmou um corretor de São Paulo.

Segundo ele, o milho argentino, por exemplo, está cotado a cerca de 85 dólares (FOB), ante 105 dólares do produto brasileiro (FOB). "Esperávamos embarques de aproximadamente 2,7 milhões de toneladas de milho para 2005, mas estamos revisando para baixo a projeção. Acho que eles não vão chegar a 2 milhões de toneladas", afirmou.

A Cargill foi a trading que mais exportou milho brasileiro em 2004, e a Coréia do Sul, o principal destino para o produto. Outro operador no mercado informou que a demanda por grãos, principalmente milho, pelo setor de produção de carnes faz com que o mercado interno fique cada vez mais atraente, elevando o intervalo de preços que separa o produto do mercado externo.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink