Exportações de suínos crescem 79% nos dez primeiros meses do ano
CI
Agronegócio

Exportações de suínos crescem 79% nos dez primeiros meses do ano

Por:

As exportações brasileiras de suínos registraram volume recorde nos dez primeiros meses deste ano, com um total de 390 mil toneladas no período e crescimento de 79% sobre o ano passado. A receita atingiu US$ 400 milhões, 35% superior ao registrado no mesmo período de 2001. O principal motivo para o aumento nos embarques foi o bom desempenho das vendas para a Rússia, que cresceram 127,6% em carcaça e 203,2% nos cortes.

Entre janeiro e outubro deste ano, os embarques para o país europeu somaram 313 mil toneladas, movimentando US$ 319 milhões, crescimento de 156,5% em volume e de 90% em valor sobre as vendas de 2001. A Rússia é o principal mercado do Brasil e responde por 80,2% das vendas externas do país, seguida pela Argentina, Hong Kong e Uruguai. O Brasil passou do décimo lugar em 1999 para quarto em 2001 com o aumento das exportações de carne suína.

Destacam-se como maiores exportadores as empresas Seara Alimentos, que no passado embarcou 66,5 mil toneladas, a Sadia, que exportou 40,9 mil toneladas, a Chapecó, com vendas de 38,2 mil toneladas em 2001 e a Perdigão, com exportações de 29,5 mil toneladas. Em 2001 as exportações brasileiras somaram 265 mil toneladas, ou US$ 358,9 milhões, 108% a mais em volume e 109% em receita.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.