Exportações do agronegócio mineiro no semestre batem novo recorde

Agronegócio

Exportações do agronegócio mineiro no semestre batem novo recorde

Frango, café e soja são os principais destaques
Por: -Janice
1449 acessos
Frango, café e soja são os principais destaques

A receita das exportações do agronegócio mineiro, no primeiro semestre de 2011, foi da ordem de US$ 4,2 bilhões, informa o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). De acordo com análise da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a cifra é 37,8% superior à registrada em idêntico período do ano passado e representa um novo recorde para o período.

Os valores alcançados pelos produtos da agricultura e pecuária no mercado internacional equivalem a 22,7% do conjunto das exportações totais do Estado. “Somente o café, líder das exportações do agronegócio estadual, movimentou cerca de US$ 2,6 bilhões, cifra 63,5% superior à obtida nos primeiros seis meses de 2010”, explica o secretário de Estado de Agricultura, Elmiro Nascimento. O bom desempenho foi causado principalmente pelo preço médio da tonelada do produto no mercado internacional (US$ 4,5 mil) teve aumento de 68%”, ele explica.
Outro destaque no semestre foi o frango, que alcançou vendas de US$ 165,3 milhões. “A cifra é 66% maior que a de idêntico período de 2010 e equivale ao maior valor das exportações semestrais dessa carne”, diz Elmiro Nascimento. Ele observa que o aumento das cotações no mercado internacional foi decisivo para o desempenho dos principais produtos da balança do agronegócio estadual.

Os produtos do complexo soja – farelo, grão e óleo – também tiveram bom desempenho no primeiro semestre do ano. No caso do farelo de soja, a receita foi de US$ 107,4 milhões. Um valor cifra 275% superior ao registrado no acumulado de janeiro a junho do ano passado. Os negócios com o farelo de soja foram favorecidos pelo volume embarcado e pela alta de preço no mercado.

Segundo Márcia Aparecida de Paiva Silva, assessora técnica da secretaria, a soja em grão teve receita de US$ 211,7 milhões, valor 48,7% superior ao obtido no primeiro semestre de 2010. Houve também aumento de volume e elevação do preço médio.

De acordo com a assessora, o milho também segue com boa aceitação no exterior. As vendas do primeiro semestre de 2011 somaram US$ 54,3 milhões, valor quase nove vezes superior ao do acumulado de janeiro a junho de 2010. “Também merece registro o desempenho do grupo de couros e peleteria no mercado externo: o movimento de US$ 65,2 milhões equivale a mais que o dobro do registrado janeiro a junho do ano passado.

Balança favorável

As importações dos produtos do agronegócio de Minas Gerais atingiram US$ 192,4 milhões, cifra 23,7% superior à do mesmo período de 2010. O crescimento das exportações foi mais expressivo que o das importações e contribuiu para o registro positivo do saldo da balança comercial do agronegócio, com um crescimento de 38,6%, superando a cifra de US$ 4 bilhões.

Exportações do agronegócio de Minas - janeiro a junho 2001

Receita: US$ 4,2 bilhões (+ 37,8%)
Participação do agronegócio nas exportações totais de MG: 22,7%

Produtos em destaque:
Café: US$ 2,6 bilhões (+ 63,5%)
Carne de frango: US$ 165,3 milhões (+ 66%)
Farelo de soja: US$ 107,3 milhões (+275%)
Milho: US$ 54,3 milhões (+ 864%)

As informações são da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink