Exportações mato-grossenses de madeira recuam em janeiro

Agronegócio

Exportações mato-grossenses de madeira recuam em janeiro

Na comparação com o ano passado, a queda é de 5,41%
Por:
944 acessos
As exportações mato-grossenses de madeira começaram o ano no vermelho. Dados do Ministério Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) mostram que no primeiro mês deste ano foram embarcados US$ 7,469 milhões, o equivalente a 7,146 mil toneladas de madeira entre compensados, lâmina, serrada e perfilada. Na comparação com o ano passado, quando foram US$ 7,896 milhões, referentes ao envio de 7,504 mil toneladas do produto, a queda é de 5,41%. No acumulado de 2010, porém, foi registrado um aumento de 6,63% nas exportações de madeira, totalizando US$ 129,238 milhões (121,506 mil toneladas) ante US$ 121,208 milhões (119,8 mil toneladas) de 2009.


O presidente do Sindicato das Indústrias Madeireiras do Noroeste de Mato Grosso (Simno-MT), Geraldo Bento, explica que o índice negativo é reflexo da desvalorização do dólar, que prejudicaram as transações internacionais. Ele revela que a baixa cotação deixa as vendas externas de madeira pouco atrativas. Com isso, segundo ele, as indústrias focam o atendimento ao mercado interno. Bento explica que a comercialização de madeira no país está aquecida e dentro das expectativas do setor. De acordo com ele, de tudo o que Mato Grosso produz, aproximadamente fica 70% fica no mercado nacional.


Na outra ponta, o presidente do Sindicato das Indústrias do Mobiliário do Estado de Mato Grosso (Sindimovel), Gilmar Milan, afirma que para a produção de móveis MDF e MDP precisam comprar o material em estados como São Paulo e Pará. Conforme ele, isso ocorre porque em Mato Grosso não há indústrias atendam esse mercado. "Os produtos de MDF e MDP são bem aceitos em outras regiões brasileiras". Já os móveis produzidos com compensado e madeira maciça não conseguem vencer a concorrência com outros estados. "O custo para exportar a produção, mesmo no mercado nacional, não compensa a operação".


Conforme o levantamento do Ministério da Agricultura, no ano passado, Mato Grosso exportou US$ 5,764 milhões de madeira compensadas, US$ 2,558 milhões de laminada, US$ 56,354 milhões de madeira perfiladas e outros US$ 59,657 milhões de madeira serrada.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink