Agronegócio

Exportador de suíno espera retomada este ano

O embargo da Rússia, hoje parcial, fez o país exportar 97 mil toneladas a menos
Por: -Alda do Amaral Rocha
1 acessos
O embargo, hoje parcial, da Rússia à carne suína brasileira fez o país exportar 97 mil toneladas a menos em 2006. Os embarques do produto caíram 15,5%, saindo de 625.075 toneladas para 528.192 toneladas, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs). Já a receita com as vendas externas recuou 11,2% em 2006, para US$ 1,037 bilhão.


O embargo russo às carnes suína e bovina brasileiras foi imposto em dezembro de 2005 logo após o surgimento de focos de aftosa no Mato Grosso do Sul e no Paraná, e foi sendo aos poucos aliviado no decorrer do ano passado. No entanto, a restrição à carne suína de Santa Catarina, principal Estado produtor do país, se mantém.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink