Faeg trabalha por prazo para irrigantes entrar na legalidade

Agronegócio

Faeg trabalha por prazo para irrigantes entrar na legalidade

Em reunião agendada para esta terça-feira (21) com órgãos estaduais e federais, a Federação irá propor prazo para o produtor se legalizar e o cancelamento de multas emitidas
Por:
149 acessos

A Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), por meio de sua Comissão de Irrigantes, trabalha pela legalização dos produtores irrigantes junto aos órgãos reguladores. Em reunião agendada para esta terça-feira (21) com órgãos estaduais e federais, a Federação irá propor prazo para o produtor se legalizar e o cancelamento de multas emitidas.

Segundo presidente da Comissão de Irrigantes da Faeg, Tiago Mendonça, os agropecuaristas enfrentam várias dificuldades, como a burocracia, para se legalizar. “A Federação tem buscado junto aos produtores quais são suas dificuldades e repassando estas informações aos órgãos do governo”, acrescenta.

Para Mendonça, os produtores querem resolver a situação, mas também há a necessidade de verificar se a lei é passível de ser cumprida. “Nós queremos entrar na legalidade e com isso procuramos todos os órgãos para fazer uma grande discussão”, explica.

Além do prazo para a legalização e do cancelamento de multas, a Federação vai propor um grupo de estudo para simplificar o licenciamento ambiental e as outorgas da água e palestras da Agência Goiana de Regulação (AGR) e da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) nos principais municípios que tenham um grande número de área irrigada. Um dia de campo com autoridades também será promovido para apresentar como é feita a irrigação e o que se produz nas propriedades.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink