Falker leva à Agrishow sensor que analisa a lavoura em tempo real

Agrishow

Falker leva à Agrishow sensor que analisa a lavoura em tempo real

Empresa pioneira do movimento AgTech no Brasil possui uma linha de produtos voltados à agricultura de precisão e digital
Por:
162 acessos

A agricultura digital vem ganhando espaço entre os produtores rurais brasileiros e a agricultura de precisão é uma parte fundamental deste movimento iniciado já há alguns anos e que vem contribuindo para uma melhor gestão da propriedade baseada em dados. E tão importante quanto ter esta tecnologia é saber utilizá-la. O diretor da Falker, empresa pioneira do movimento AgTech no país com o desenvolvimento de ferramentas para agricultura de precisão e digital, Marcio Albuquerque, afirma que o produtor que quiser trabalhar com tecnologia deve dar um passo de cada vez. A tecnologia não substitui decisões e um trabalho de base feito com cuidado.

Segundo Albuquerque, o agricultor que quer dar os primeiros passos deve começar com a agricultura de precisão, que permite conhecer a variabilidade que tem na sua área, para depois se preocupar com todos os registros, com uma grande quantidade de dados, com a gestão baseada em números de toda a sua área. Neste sentido, a Falker tem orientado os produtores com treinamentos para o uso destas tecnologias. “O produtor que quiser trabalhar com agricultura de precisão tem um parceiro que vai ajudar a entender o uso das diferentes ferramentas e selecionar as que fazem mais sentido no seu atual estágio e ter os melhores resultados”, salienta.

A Falker estará participando da Agrishow que ocorre entre 29 de abril e 3 de maio, em Ribeirão Preto (SP), onde apresentará um dos seus produtos voltados à agricultura de precisão. Trata-se do Flexum, sensor que faz a medição do índice de NDVI (sigla em inglês para Índice de Vegetação da Diferença Normalizada), utilizado como indicador de desenvolvimento das culturas e que ajuda a monitorar a saúde das folhas e da produção. As leituras realizadas são feitas de forma contínua: uma leitura por segundo. "Isso garante informações mais completas e aprofundadas com mapas de alta densidade", observa Albuquerque, lembrando que a empresa disponibiliza uma linha completa para agricultura de precisão e agricultura digital, desde o software para gerenciar estes dados com processamento e armazenamento remoto, até os instrumentos para a coleta destes dados no campo, sensores, transmissão de dados, entre outros.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink