Agronegócio

Falta de chuva pode reduzir a área de milho na Argentina

Com queda de 3%, área cultiva chegará a 3,460 milhões de hectares
Por: -Vivian Lessa
1098 acessos
Com queda de 3%, área cultiva chegará a 3,460 milhões de hectares

A instabilidade climática na Argentina pode reduzir a área plantada de milho na safra 13/14 para 3,460 milhões de hectares. Dados divulgados pela Bolsa de Cereais de Buenos Aires mostram que a queda é de quase 3% em relação a estimativa inicial, de 3,560 milhões de hectares. Em comparação com a temporada passada a queda é de 6%, considerando que na safra 12/13 a área de milho chegava a 3,678 milhões de hectares.


O analista da Bolsa, Maximiliano Zavala, explica que a ausência de chuva em grande em algumas regiões do país está provocando o atraso no cultivo do grão. Produtores do Centro-Norte e Sul de Córdoba, Centro-Norte de Santa Fe, Nucleo Norte, Sul e Oeste de Buenos Aires estão pensando em optar por ciclos mais tardios.


Além disso, a falta das precipitações hídricas pode provocar a migração para a cultura da soja. Autalmente, os produtores cultivaram o grão em 8% da área total, somando 270 mil hectares. O avanço semanal foi de 3,4 pontos percentuais, destacando as rgiões Centre-Oeste de Entre Rios, onde estão projetadas cerca de 45% da área de milho para esta temporada.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink