Famato consegue reduzir lista de propriedades embargadas

Agronegócio

Famato consegue reduzir lista de propriedades embargadas

A princípio mais de 1.500 propriedades de MT estavam na lista, após reunião entre o Instituto admitiu que a lista era falha e fez a revisão
141 acessos
A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), conseguiu fazer com que o Ministério do Meio Ambiente reduzisse para aproximadamente 300, o número de propriedades rurais embargadas inseridas na lista divulgada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama). A princípio mais de 1.500 propriedades de Mato Grosso estavam na lista, após reunião entre a Famato, Governo do Estado e representantes do Ibama, que aconteceu na última sexta-feira (04.04), o Instituto admitiu que a lista era falha e fez a revisão.


A assessoria jurídica da Federação comprovou, durante a reunião, que muitas propriedades embargadas já haviam solicitado a LAU - Licenciamento Ambiental Único, junto a Sema e também já tinham apresentando planos de recuperação de áreas degradadas junto ao órgão estadual. Com isso mais de mil propriedades de Mato Grosso foram retiradas da lista que já foi atualizada e está disponibilizada no site do Ibama (www.ibama.gov.br). “Agora nós precisamos mostrar ao governo federal que a nova listagem contêm irregularidades, entre elas o fato do proprietário não ter sido notificado sobre o embargo e sequer ter conhecimento sobre os motivos do embargo,” afirmou Elisete Araújo, assessora jurídica da Federação.


Na reunião que acontecerá nesta segunda-feira (07.04), às 17 horas, em Brasília, entre representantes dos produtores e a presidência do Ibama, o presidente da Famato, Rui Prado, vai solicitar a suspensão do embargo por um período de 90 dias, para que, neste prazo seja feita uma revisão geral da lista de propriedades.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink