Farelo de algodão 15,5% mais caro no segundo semestre

Agronegócio

Farelo de algodão 15,5% mais caro no segundo semestre

Para o pecuarista, a forte valorização da arroba do boi gordo compensou a alta do farelo
Por:
1306 acessos

Scot Consultoria - O farelo de algodão está 15,5% mais caro em relação ao final do primeiro semestre.

Em São Paulo, a tonelada do alimento com 38% de proteína bruta está cotada em R$550,00 (preço médio), alta de 6% em relação a setembro. O menor preço encontrado em outubro foi R$500,00.

Em Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso o preço do insumo subiu, em média, 7,3% no período citado acima.

Para o pecuarista, a forte valorização da arroba do boi gordo compensou a alta do farelo.

Com um boi cotado em R$105,00/@ em São Paulo (alta de 14% em relação a setembro) são necessárias 5,2 arrobas para a compra de uma tonelada de farelo de algodão, 40% ou aproximadamente 3 arrobas menos que no mesmo período de 2009. É bastante coisa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink