Feijão: Hora de vender ou de comprar?
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PULSANTE

Feijão: Hora de vender ou de comprar?

Produtores estão firmes e não tem sido fácil encontrar alguém que aceite R$ 300/310 por Feijão extra
Por: -Leonardo Gottems

O mercado de Feijão-preto vai se mantendo entre os R$ 310,00 e R$ 330,00 no interior do estado do Paraná, com os poucos lotes colhidos até agora, informa o Ibrafe (Instituto Brasileiro do Feijão e Pulses). De acordo com a entidade mais representativa do setor de pulses no País, a semana que “começou agitada foi acalmando. Após bater nos R$ 340/350, o mercado ficou mais calmo”. 

“Qual a razão? Foram os empacotadores que pagaram os preços mais altos no Feijão-carioca, mas eles estavam fazendo preço médio com o que já tinham comprado pouco antes. A calmaria se deu justamente porque os investidores/especuladores venderam também neste pico de preços e, para voltar ao mercado, vão testando valores mais baixos”, explica o Ibrafe. 

Muito bem isto posto, o que esperar agora? “Produtores estão firmes e não tem sido fácil encontrar alguém que aceite R$ 300/310 por Feijão extra. Os negócios que estão acontecendo no Feijão-carioca de melhor qualidade têm se mantido entre R$ 320/330 por saca de 60 quilos. Se você é empacotador ou comerciante, a hora é ‘boa para comprar’”, afirma a entidade presida por Marcelo Lüders. 

“Segundo comerciantes experientes e que percorreram Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Paraná, o mercado não dá medo. Por outro lado, se você é produtor, nestes níveis todo momento é excelente. Pode ser que fique melhor, mas já é um nível bastante interessante para este momento. Porém é hora de prestar atenção”, conclui o Instituto Brasileiro do Feijão e Pulses.

MERCADO ESTÁVEL

Mercado de Feijão estável, com vários negócios acontecendo entre R$ 300 e R$ 340 para o Feijão-carioca. Para o Feijão-preto, uns poucos lotes que estão sendo colhidos no Paraná se mantêm ao redor de R$ 320/330, FOB fazenda. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink