Fepagro debate meteorologia e agrometeorologia na Expointer
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,042 (0,45%)
| Dólar (compra) R$ 5,57 (-1,24%)


Agronegócio

Fepagro debate meteorologia e agrometeorologia na Expointer

Pesquisadores esclarecem dúvidas sobre assuntos relacionados à meteorologia e agrometeorologia
Por: -Janice
1097 acessos
Pesquisadores do Centro de Meteorologia Aplicada, da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), estiveram, nesta quinta-feira (02-08), na Casa da entidade no parque, esclarecendo dúvidas sobre assuntos relacionados à meteorologia e agrometeorologia. Participaram a doutora em agrometeorologia e coordenadora do centro, Bernadete Radin, e o meteorologista Glauco Freitas.

O Centro de Meteorologia Aplicada possui uma rede de estações meteorológicas distribuídas nas diferentes regiões agroecológicas do Estado. A primeira foi instalada em 1953. “O centro está organizando um banco de dados meteorológicos com informações de temperatura e umidade do ar, vento, radiação solar, precipitação pluviométrica”, explica Bernadete. Segundo ela, estas informações atendem aos mais diversos setores produtivos, como agricultura, defesa civil, turismo, saúde e público em geral, além de pesquisadores de todo o Brasil.

A Fepagro está modernizando a rede com a instalação de estações meteorológicas automáticas para realizar o monitoramento permanente de parâmetros relevantes que caracterizem o tempo, o clima e o meio ambiente do Estado. Especialistas do centro realizam boletins mensais com o monitoramento dos elementos meteorológicos e confeccionam mapas da distribuição da precipitação e distribuído aos interessados.

Bernadete assegura que estas informações possibilitam melhor conhecimento sobre a variabilidade climática com o objetivo de reduzir os efeitos adversos do tempo sobre a produção agrícola, além de fornecer importantes subsídios a projetos de irrigação, ao aperfeiçoamento dos zoneamentos agrícolas, e à implantação do programa de seguro agrícola. “Recentemente, iniciamos a realização da previsão de tempo e clima, divulgação de avisos e alertas meteorológicos”, acrescenta.

A iniciativa permitirá orientar os produtores para as diversas práticas de cultivo, tais como a indicação da melhor época de semeadura em função da disponibilidade de água no solo, melhor momento de aplicação de produtos para controle de pragas e doenças, condições de armazenamento da colheita, além das indicações das necessidades de irrigação para as diferentes culturas.

O assunto do plantão técnico da Casa da Fepagro nesta sexta-feira (03-9) será produção animal.

As informações são da assessoria de imprensa da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro).

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink