Agronegócio

Fepagro e Irga pesquisam sistemas integrados de lavoura e pecuária em Uruguaiana

A semeadura da cultura de arroz está prevista para a próxima primavera
Por:
2197 acessos

Verificar quais sistemas de integração lavoura-pecuária são mais apropriados, em aspectos agronômicos, zootécnicos e econômicos, frente às condições da região arrozeira da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Esse é o objetivo do projeto "Sistemas integrados de produção em solos de cultivo de arroz irrigado para aumento da sustentabilidade na atividade orizícola", desenvolvido por pesquisadores da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) e do Instituto Rio-grandense do Arroz (Irga), na Fepagro Fronteira Oeste, em Uruguaiana.  

A semeadura da cultura de arroz está prevista para a próxima primavera. A fase lavoura do experimento será conduzida por pesquisadores do Irga, e a fase pecuária pelas pesquisadoras da Fepagro Campanha, Glaucia Amaral e Adriana Taroucco, junto com a equipe da Fepagro Fronteira Oeste.

Recentemente, representantes das duas instituições, da Associação dos Arrozeiros de Uruguaiana e do Colégio Agrícola Municipal de Uruguaiana estiveram reunidos no município para discutir ações do projeto.   

Segundo Adriana, nos últimos anos, o custo da lavoura de arroz irrigado tem aumentado drasticamente, reduzindo a margem de lucro dos produtores de arroz. “Nesse contexto, é necessário o aumento da eficiência de uso da terra, da infraestrutura e da mão de obra para manter a atividade orizícola viável economicamente”, explica. Assim, conforme a pesquisadora, a integração lavoura-pecuária (ILP) é uma alternativa de aumento da rentabilidade por unidade de área. “Na fronteira oeste, a introdução de culturas como arroz e, nos últimos anos, soja, tem levado a uma redução das áreas tradicionalmente destinadas à bovinocultura de corte. A sobrevida dessa atividade, portanto, depende da intensificação do sistema de produção para atingir máxima eficiência”.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink