Ferrugem e as estratégias para evitar a perda de eficiência de produtos

Agronegócio

Ferrugem e as estratégias para evitar a perda de eficiência de produtos

O tema principal do Dia de Campo na TV dessa semana é a ferrugem asiática, uma doença fúngica que ataca a cultura da soja
Por:
1084 acessos

O tema principal do Dia de Campo na TV dessa semana é a ferrugem asiática, uma doença fúngica que ataca a cultura da soja. A infecção é causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi que provoca desfolha precoce, compromete a formação, o desenvolvimento de vagens e o peso final do grão. Ela é disseminada pelo vento e pode provocar danos de até cem por cento nas lavouras, se não for bem manejada. De acordo com dados do Consórcio Antiferrugem, o custo-ferrugem (gasto com fungicidas para controle + perdas de produção) médio é de US$ 2 bilhões por safra no Brasil.

O programa vai trazer orientações para ajudar técnicos e produtores a enfrentar a ferrugem, principal doença dessa cultura no País. O manejo da ferrugem asiática exige diversas medidas que devem ser integradas pelo produtor para conseguir melhor resultado na sua lavoura. Adotar o vazio sanitário é a primeira delas. Mas conhecer o ciclo, o comportamento do fungo, assim como a forma de infecção, é relevante para o manejo da doença. Produtos químicos utilizados no controle de doenças, em culturas agrícolas como a soja estão perdendo a eficiência a campo. O problema ocorre, principalmente, em função do uso excessivo e frequente do mesmo produto e na mesma área.

Nos laboratórios e campos experimentais da Embrapa, os pesquisadores vêm identificando medidas que podem ser adotadas para evitar a seleção de populações resistentes e garantir que os agricultores tenham alternativas eficientes e seguras para controlar as pragas. E apesar da contribuição dos fungicidas, uma redução da eficiência desses produtos vem sendo observada desde a safra 2007/08. Ensaios cooperativos realizados pelo grupo de pesquisadores do Consórcio Antiferrugem (www.consorcioantiferrugem.net), em várias regiões brasileiras, mostraram redução de eficiência de alguns produtos. "Esse problema tem sido associado à seleção de populações do fungo menos sensíveis aos fungicidas", explica a pesquisadora Cláudia Godoy, da Embrapa Soja.

Controle químico – Quando o uso de produtos químicos for necessário, Godoy orienta os produtores a usarem fungicidas eficientes nas doses recomendadas pelos fabricantes. "Além disso, é muito importante que os agricultores optem por produtos com diferentes modos de ação para rotacionar os fungicidas. Isso vai evitar que populações do fungo tornem-se resistentes a esses produtos mais rapidamente", diz

O Dia de Campo na TV "Ferrugem e as estratégias para evitar a perda de eficiência de produtos" foi produzido pela Embrapa Informação Tecnológica (Brasília, DF), em parceria com a Embrapa Soja (Lodrina,PR), unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Além do tema principal, o programa ainda aborda outros assuntos nos quadros: "Agência Embrapa de Notícias", "Sempre em Dia", "Repórter em Campo", "Na Mesa", "Quem quer ser cientista", "Minuto do Livro", e "Ciência e Tecnologia em Debate".


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink