Fertilização bioorgânica melhora qualidade do solo
CI
Imagem: Marcel Oliveira
ESTUDO

Fertilização bioorgânica melhora qualidade do solo

Minhocas tem papel importante
Por: -Leonardo Gottems

Este método alternativo, que também melhorou a qualidade da colheita, foi aplicado após a geração de um indicador que permitiu avaliar a qualidade do solo em 20 fazendas no Vale do Cauca, na Colômbia. A professora Elena Velásquez Ibáñez, do campus Palmira da Universidade Nacional da Colômbia (UNAL), é a principal autora desta pesquisa, na qual também foi elaborado o “Guia Técnico para o uso sustentável de resíduos orgânicos em cultivos perenes com minhocas”.  

Para enfrentar o desafio dos sistemas alimentares de aumento da população mundial e mudança climática, uma das opções mais viáveis é introduzir novos sistemas agrícolas e tecnologias aprimoradas. A agricultura familiar, que produz mais de 80% dos alimentos do mundo, desempenha um papel fundamental nisso. Porém, conforme explicado no novo guia, trata-se de pequenos produtores, expostos a diversas limitações que não permitem seu desenvolvimento econômico e produtivo. 

Nesse contexto, foi realizada uma investigação em três fazendas com plantação de banana e banana no Vale do Cauca, cuja característica, segundo o professor Velásquez, era a baixa qualidade do solo. Lá eles testaram a técnica de fertilização orgânica (FBO), que usa a biodiversidade da fauna do solo como insumo. 

Para o desenvolvimento dessa técnica, a macrofauna do solo foi avaliada pelo método TSBF, que consiste na introdução de uma estrutura metálica no solo, que não possui cobertura inferior ou superior. Entre os grupos taxonômicos mais importantes que podem ser encontrados estão os engenheiros de ecossistemas (minhocas, cupins e formigas) que contribuem para modificar algumas propriedades físicas, químicas e biológicas do solo. 

A atividade dos invertebrados (biostruturas) pode ser medida com a técnica de morfologia do solo (monólitos de solo 10x10x10 cm), que também permite separar visualmente ambos os agregados do solo - por seu tamanho e origem (biogênica, raiz ou física) - como sementes, madeira e folhas. Os agregados do solo estão diretamente relacionados à infiltração e armazenamento de água e sequestro de carbono. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink