Fim do La Niña pode demorar mais, dizem especialistas
CI
Imagem: Pixabay
PREVISÃO

Fim do La Niña pode demorar mais, dizem especialistas

La-Niña continua no outono, migrando para neutralidade em seguida
Por: -Aline Merladete

Nesta quinta-feira (13/01) foi divulgada a primeira previsão de consenso do Instituto Internacional de Pesquisas para o Clima e Sociedade (IRI). O relatório conta com diversos especialistas ao redor do mundo, sendo este um dos principais institutos de análise e determinação dos eventos de El-Niño / La-Niña.

No último relatório em dezembro de 2021, as temperaturas da superfície do mar estavam abaixo da média no Oceano Pacífico equatorial central e oriental, indicando um padrão de La-Niña maduro. Sendo reforçado pelas temperaturas abaixo da média em até 200 m de profundidade no Pacifico Oriental Central. Além disso, as componentes atmosférica também indicavam a fase madura do evento.

Já as projeções em Dezembro apontavam para uma probabilidade de 63% da entrada da neutralidade climática nos meses de Março-Abril. Sinalizando uma maior rapidez para o fim do La-Niña. 

Esta primeira projeção do ano de 2022, mantém a previsão de transição para El-Niño Oscilação Sul (ENSO) neutro durante outono. O consenso dos analistas deste mês favorece a continuação do La Niña até março-maio?, com uma transição para neutralidade climática ocorrendo em abril-junho de 2022 (51% de chance). 

Espera-se que o ENSO neutro persista durante o inverno, embora as chances não excedam 57% (para maio-julho de 2022), o que é consistente com as previsões de confiança geralmente mais baixas feitas durante estações de transição como o Outono.

Aqui no Brasil, o regime das chuvas continuarão sendo afetados pela La-Niña e consequentemente agravando a situação hídrica de algumas regiões no sul do país no período de Fevereiro-Março-Abril. Nas projeções mais recentes, o trimestre continuará com chuvas abaixo da média na região sul, ao passo que na faixa central, BA e norte, a tendência indica chuvas acima da média histórica. Outra região que poderá sofrer com a falta de chuvas é a extremidade nordeste do país, especialmente nesta época do ano onde as chuvas começam a avançar para a região.

Material exclusivo elaborado pela equipe Agrotempo.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.