Fiscais da Conab inspecionam estoques públicos

Agronegócio

Fiscais da Conab inspecionam estoques públicos

Serão inspecionados estoques de milho, trigo, café, feijão e sisal em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina, Bahia e Sergipe
Por:
300 acessos

Técnicos da área de fiscalização da Conab iniciaram, nesta semana, a sexta etapa de inspeção dos estoques públicos em armazéns das regiões Centro-Sul e Nordeste. São mais de 1,5 milhão de toneladas de produtos adquiridos por meio de programas governamentais, como a Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), Contratos de Opção, Agricultura Familiar, Fome Zero, além de reservas da própria Companhia e de terceiros. O trabalho segue até o próximo dia 14.

Serão inspecionados estoques de milho, trigo, café, feijão e sisal em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina, Bahia e Sergipe. Pelo menos 80% do milho está em Mato Grosso. No total, a equipe da Conab vai realizar nove rodadas de fiscalizações neste ano, além de outras especiais, como no caso dos programas de subvenção econômica, visitando todas as regiões com estoques governamentais .

Seguro Rural – Também neste mês serão inspecionados Prêmios de Seguro Rural, desta vez com 200 apólices, referentes ao primeiro quadrimestre de 2009. Serão visitadas propriedades rurais localizadas, a maioria, na região Centro-Sul. O trabalho faz parte de uma parceria da Conab com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que coordena a ação.

No mês passado, os técnicos concluíram a última etapa da programação de trabalho de 2008, com o fechamento do terceiro quadrimestre do ano. Foram vistoriadas 1.498 propriedades em 17 estados, sendo grande parte (65%) em São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. Este contingente representa a amostragem de 2% das apólices requeridas junto ao Mapa. Entre as lavouras avaliadas, foram mensurados 162 mil hectares de soja, milho, arroz, uva, caqui, florestas e outros produtos, com utilização de tecnologia de geoprocessamento.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink