Agronegócio

Fiscais estaduais agropecuários em ação

No dia 25 de Junho é comemorado o Dia Estadual do Fiscal Agropecuário
Por:
2072 acessos

O fiscal estadual agropecuário é o servidor público ligado à Secretaria da Agricultura. Atua em diversas áreas e, na maior parte das vezes, não é conhecido por grande parte da população, pois trabalha nos “bastidores” do campo. Mas é graças à atuação deste profissional que os produtos oriundos do setor rural gaúcho chegam com mais qualidade à mesa do consumidor. Todo o abate regular de animais para a produção de carne, por exemplo, passa pelo exame rigoroso de um fiscal agropecuário.  “Diariamente, nossos colegas tiram de circulação carcaças ou peças de carne que não poderiam ser destinadas ao consumo, por apresentarem problemas como doenças ou lesões”, afirma a presidente da Associação dos Fiscais Agropecuários do RS, Angela Antunes.

Existem os fiscais que atuam em barreiras nas estradas e operações junto às polícias e vigilância sanitária. Estes são responsáveis pela apreensão de toneladas de carne anualmente, oriunda de abigeato, abate irregular e que parariam na mesa do consumidor sem o menor controle. Já o trabalho realizado na área vegetal verifica a utilização de agrotóxicos proibidos ou em quantidades superiores ao permitido pela lei. Até a produção de vinho do RS passa pelas mãos dos fiscais estaduais agropecuários.

Este servidor trabalha também dentro das propriedades, com o foco na sanidade dos rebanhos. Verificar como está o tratamento do criador, analisar condições de saúde dos animais, a aplicação de vacinas e medicamentos, e até mesmo o bem-estar animal, é atribuição dos fiscais.

Um trabalho que pouca gente conhece nos centros urbanos é a educação sanitária. Os fiscais atuam junto às escolas e comunidades do interior, e também em capacitações junto a entidades como CRMV-RS, para levar conhecimento sobre a importância da sanidade agropecuária tanto para quem vive no campo como na cidade. Por exemplo, orientar uma comunidade a informar refúgios de morcegos, contribui para que a raiva não se dissemine. Ou mostrar que é preciso vacinar contra a febre aftosa para ajudar o estado a ganhar divisas com o comércio internacional de carnes.

O fiscal estadual agropecuário exerce atividades típicas de estado - com funções indelegáveis e privativas - por isso a legislação que criou o cargo com este nome foi tão importante e ganhou até uma data oficial, comemorada em 25 de junho. A presidente da Afagro encara a data como um momento de reflexão para a categoria. “Vivemos em um estado em crise, nosso trabalho, no segmento que mais contribui para a economia do RS, é fundamental”, afirma Angela, que diz ser necessário o apoio e o respeito do governo e da população gaúcha.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink