Fiscais veem irregularidades em pomares de nove empresas

Agronegócio

Fiscais veem irregularidades em pomares de nove empresas

Pelo menos 30 multas serão aplicadas a nove empresas produtoras de laranja nas regiões de Bebedouro e Barretos
Por:
290 acessos

Pelo menos 30 multas serão aplicadas a nove empresas produtoras de laranja nas regiões de Bebedouro e Barretos. Nos últimos dois dias, o Ministério Público do Trabalho fiscalizou as empresas e constatou irregularidades, como a falta de equipamentos de proteção aos trabalhadores, falta de sanitários nos pomares e problemas no transporte.

Segundo a assessoria do órgão, somente a Cutrale recebeu 20 multas -o balanço oficial com o total de autos de infração será divulgado amanhã.

De acordo com Roberto Figueiredo, coordenador do grupo móvel de fiscalização rural do Ministério do Trabalho e Emprego, as empresas serão autuadas -pelo menos 20 multas serão aplicadas.

"Nós achávamos que essas questões trabalhistas estavam evoluindo, mas infelizmente não estão. Independente da situação da citricultura, do preço baixo da laranja, o trabalhador não pode ser prejudicado."

Segundo o procurador Silvio Beltramelli Neto, o Ministério Público buscará elaborar acordos com as empresas. "Vamos levantar as empresas que já têm investigação em andamento para tentar acordo, como a abertura de TACs [Termos de Ajustamento de Conduta]."

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink