Fitossanidade é o tema do curso de cultivo e processamento de banana

Agronegócio

Fitossanidade é o tema do curso de cultivo e processamento de banana

De 25 a 29 de outubro, acontece o terceiro módulo do curso Cultivo e Processamento de Banana
Por:
1185 acessos
De 25 a 29 de outubro, acontece o terceiro módulo do curso Cultivo e Processamento de Banana, oferecido pela Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza – CE) e Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas – BA), por meio da Rede Norte/Nordeste de Fruticultura (Renofrut).

Ministrado na Embrapa Mandioca e Fruticultura, o módulo sobre fitossanidade é coordenado pela pesquisadora Cecilia Ritzinger, doutora em nematologia e fitopatologia. As aulas serão ministradas pelos pesquisadores Aristoteles Matos, Cecilia Ritzinger, Marilene Fancelli, Paulo Meissner e Zilton Cordeiro.

Viroses, pragas, nematoides, doenças foliares, vasculares e bacterianas são alguns dos assuntos abordados, assim como técnicas de amostragem de solo e raízes, monitoramento e alternativas de manejo.

As aulas práticas darão ênfase à identificação dos sintomas e ao monitoramento e controle de nematoides, insetos-praga e doenças da bananeira. No Laboratório de Virologia, os alunos vão aprender a fazer amostras para exames Elisa e PCR, que são utilizados na detecção de viroses.

Interação

A agrônoma Rita Maria de Cássia Bittencourt Cardoso, monitora da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (BA), está satisfeita com a interação entre os colegas: “Nosso relacionamento está se estreitando. Formamos uma cadeia de multiplicadores que vai se ajudar mutuamente na introdução de novas tecnologias junto aos agricultores, que em geral são muito resistentes às mudanças”. A opinião é compartilhada por Márcio de Jesus Silva, técnico em agropecuária da Associação Estadual de Cooperação Agrícola (Aeca) que trabalha em Wenceslau Guimarães, no Baixo Sul baiano. “A diversificação na formação dos participantes nos ajuda na troca de informações”, explica.

O treinando Robson Radson Miranda Santos, do Centro de Treinamento do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) em Gandu (BA), é um dos alunos do curso. “O agronegócio está cada vez mais profissional e estamos nos capacitando para poder oferecer uma melhor assistência ao produtor”, explica.

A Rede

A Rede Norte/Nordeste de Fruticultura (Renofrut) foi criada em 2009 com o objetivo de formar profissionais habilitados para atuarem na transferência de conhecimentos na área de fruticultura — produção e agroindústria — e melhorar o acesso às tecnologias geradas pela pesquisa agropecuária. A rede conta com a participação das Unidades da Embrapa das Regiões Norte e Nordeste, bem como de empresas de extensão rural e instituições de ensino.

O último módulo do curso, de 22 a 26 de novembro, será sobre “Processamento agroindustrial da banana”.
 
As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Mandioca e Fruticultura.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink