FMC promove intercâmbio com produtores e demonstra portfólio aprovados pela lista PIC na 42ª Expocitros

Agronegócio

FMC promove intercâmbio com produtores e demonstra portfólio aprovados pela lista PIC na 42ª Expocitros

A companhia está atenta às demandas e mudanças do setor e deseja auxiliar o citricultor em todos os ciclos
Por:
387 acessos

Entre os dias 6 e 9 de junho, a cidade de Cordeirópolis-SP recebeu a 42ª Expocitros, o 47º Dia do Citricultor e a 38ª Semana da Citricultura. A feira recebeu cerca de cinco mil pessoas, entre citricultores, pesquisadores, agrônomos, docentes e estudantes. As empresas participantes apresentaram as últimas novidades em produtos e serviços e, entre elas, a equipe citros da FMC Agricultural Solutions esteve focada nos produtos aprovados da lista de Produção Integrada Citros (PIC).

O gerente de marketing da FMC, Flávio Irokawa, conta que para ajudar o citricultor a se adequar as boas práticas agrícolas e usar apenas produtos autorizados na defesa do pomar, um comitê formula e coloca à disposição do produtor uma série de ingredientes ativos autorizados para uso dentro do programa de Produção Integrada dos Citros (PIC), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Entre os produtos da companhia que fazem parte da lista está o inseticida Mustang 350 EC, que possui maior penetração da cutícula do Bicho-furão e Psilídeo, com efeito de choque e ação rápida; e o inseticida Talstar 100 EC, excelente no controle de Bicho-furão, Cochonilha-de-placas e Ácaro-pupúreo, com ação prolongada que evita o desequilíbrio de ácaros e possui melhor custo-benefício. O inseticida e acaricida Kraft 36 é indicado para controle de Ácaro da falsa ferrugem, Ácaro branco, e Minadora das folhas; o inseticida Nufos é ideal para controle de Cochonilha pardinha e o inseticida Malathion é eficaz no controle de Psilideo, Tripes, Bicho furão, Mosca das frutas e Cigarrinha do pedúnculo. Devido a segurança e o registro do produto, ele pode ser aplicado em pulverização com equipamento manual ou motorizado terrestre, bem como pulverização aérea.

A companhia realizou um intercâmbio com produtores, pesquisadores, multiplicadores do manejo e demais participantes da feira.  “A Expocitros nos proporciona um contato mais direto com o citricultor produtor e essa é a melhor forma de tirarmos dúvidas e estreitarmos ainda mais nosso relacionamento. Estamos atentos às demandas e as mudanças do setor e queremos estar sempre juntos do citricultor nessa empreitada de ciclos tão inconstantes”, garante o Irokawa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink