Focos de raiva no Sul do PR deixa SC em alerta

Agronegócio

Focos de raiva no Sul do PR deixa SC em alerta

Focos da doença foram registrados em Bituruna, município no Sul do Paraná
Por:
60 acessos

Focos de raiva em cavalos e também em vacas descobertos em Bituruna, município localizado no Sul do Paraná, deixou em alerta municípios no Norte de Santa Catarina. A preocupação é quanto à possível infecção dos animais.

Uma operação especial foi montada para vacinar o rebanho e moradores que residem num raio de 20 quilômetros do local onde foi detectada presença do vírus. O último caso da doença no Sul paranaense foi registrado em 1987.

Três mortes de animais foram registradas desde a última sexta-feira. Existe o risco de contaminação em seres humanos.

O principal sintoma da doença é o excesso de saliva nos animais e não há cura. Os animais já infectados devem ser abatidos.

Ainda não há números exatos da contaminação. Ao longo da semana, 600 doses de vacinas serão aplicadas em animais e moradores de oito comunidades próximas aos focos.

Técnicos da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), em Porto União, acompanham a situação. Não está descartada criação de barreiras sanitárias nas divisas dos dois estados para evitar a chegada da raiva no Estado de Santa Catarina.

Ano passado alguns morcegos foram capturados e enviados para análise, mas não foi encontrado o vírus.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink