Fórum sustentável apoiará soja brasileira

SUSTENTABILIDADE

Fórum sustentável apoiará soja brasileira

o Fórum está “continuamente buscando enfrentar o desafio de alimentar a população mundial em crescimento"
Por: -Leonardo Gottems
339 acessos

Membros do Conselho de Negócios Mundiais para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD) do Soft Commodities Forum (SCF) estão se comprometendo a apoiar cadeias de fornecimento de soja transparentes e rastreáveis na região do Cerrado do Brasil. De acordo com o SCF, a região do Cerrado do Brasil desempenha um papel significativo globalmente, tanto para as pessoas quanto para a natureza. 

Nesse contexto, o SCF destaca a região como promotora de mitigação das mudanças climáticas, biodiversidade, sistemas de água doce e como motor econômico para as comunidades locais como região produtora de commodities agrícolas exportadas. A extensão e o ritmo da perda de vegetação nativa resultante da expansão do gado e da soja no Cerrado representam uma ameaça significativa a esses valores sociais, ambientais e econômicos. 

De acordo com Ian McIntosh, diretor executivo da Louis Dreyfus Company (LDC), o Fórum está “continuamente buscando enfrentar o desafio de alimentar a população mundial em crescimento de maneira sustentável. Isso significa estar atento para preservar o meio ambiente, incluindo áreas de importância para sua biodiversidade. O Bioma Cerrado do Brasil é uma dessas áreas, onde todos os esforços devem ser feitos para garantir que qualquer expansão agrícola ocorra de mãos dadas com a preservação da vegetação nativa. O Soft Commodities Forum nos permite estabelecer metas comuns de sustentabilidade com nossos pares e relatórios mútuos sobre nosso progresso, como um dos meios que temos para garantir a criação de valor justa e sustentável”. 

Além do LDC, os membros do SCF são constituídos pelos membros fundadores Archer Daniels Midland (ADM), Bunge e Cargill. Eles expandiram-se para incluir a COFCO International e a Glencore Agriculture. As empresas associadas à SCF reconhecem os riscos existentes e se comprometem a atuar no apoio a cadeias de fornecimento de soja transparentes e rastreáveis no Brasil. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink