Fragilidade se acentua e preço do frango vivo sofre novo recuo
CI
Agronegócio

Fragilidade se acentua e preço do frango vivo sofre novo recuo

A remuneração atual é a mesma de nove meses atrás
Por:
Ontem, repetindo o mesmo comportamento observado em cinco das seis segundas-feiras anteriores, os negócios com frango vivo realizados no interior paulista registraram nova queda de cinco centavos. O preço básico recuou para R$1,85/kg, valor registrado pela última vez no setor em fins de julho de 2012.


Em outras palavras, a remuneração atual é a mesma de nove meses atrás.

Mas é só, pois, fora isso, apresenta uma desafiante diferença: lá atrás, a cotação se encontrava em franca recuperação; agora, prossegue em franca deterioração, já que a oferta permanece acima da demanda, acentuando a fragilidade do mercado. Daí, inclusive, o fechamento de negócios a valores inferiores ao preço básico que, agora, está apenas 15 centavos acima da cotação vigente há um ano, nesta mesma ocasião.


Em Minas Gerais o frango vivo completou, ontem, 10 dias de preço estável em R$1,90/kg e, com isso, voltou a apresentar valor superior ao de São Paulo, o que é praticamente uma praxe. Mas isso não significa que a situação do mercado mineiro seja melhor que a do mercado paulista, visto muitas vendas serem concretizadas por valores abaixo do preço básico.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.