Agronegócio

Frango/CEPEA: Menor oferta e demanda firme sustentam preços da carne

Os preços da carne de frango seguiram em alta no Brasil
Por:
1327 acessos

Os preços da carne de frango seguiram em alta no Brasil ao longo de setembro, sustentados principalmente pela oferta restrita (diminuição da produção) e pela demanda interna firme. Segundo dados do Cepea, a média do frango inteiro congelado comercializado no atacado paulista foi de R$ 3,97/kg, ante os R$ 3,14/kg registrados em agosto, ou seja, alta de 26,6%. Na mesma comparação, o resfriado se valorizou 23,5%, passando de R$ 3,16/kg para R$ 3,91/kg. Em relação a setembro do ano passado, os aumentos foram de 18,4% para o congelado e de 17,2% para o resfriado, ambos no atacado da Grande SP. Na região Sul do País, a média de setembro para o resfriado foi de R$ 4,13/kg em Toledo (PR), 29,1% superior à de agosto e 26,7% maior que a de set/12. Para o congelado, o preço médio mensal, de R$ 4,10/kg, correspondeu a elevações de 27,4% e de 34,6%, respectivamente. Quanto ao animal vivo, pesquisas do Cepea indicam que o frango negociado na média do estado de São Paulo também apresentou expressiva alta no preço em setembro, de 24,4% frente a agosto, com o quilo passando de R$ 2,35 para R$ 2,93. Em relação a setembro de 2012, quando o vivo era cotado a R$ 2,40/kg, houve aumento de 22%.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink