Frango/Cepea: Oferta controlada eleva preço a recorde nominal

Agronegócio

Frango/Cepea: Oferta controlada eleva preço a recorde nominal

O setor avícola foi marcado por preços nominais recordes em 2016, refletindo especialmente o controle da oferta, por meio da redução do alojamento de animais
Por:
303 acessos

O setor avícola foi marcado por preços nominais recordes em 2016, refletindo especialmente o controle da oferta, por meio da redução do alojamento de animais. Nem mesmo a demanda interna limitada, por conta da crise econômica, impediu as altas nas cotações. A rentabilidade ao longo da cadeia, no entanto, foi corroída pelos elevados custos de produção em 2016.

No atacado da Grande São Paulo, o frango inteiro congelado chegou a ser negociado a R$ 4,60/kg em outubro, recorde nominal, considerando-se toda a série histórica do Cepea para este produto, iniciada em 2004. Para o frango resfriado, o valor médio, de R$ 4,66/kg em outubro, também foi o maior da série. Em dezembro/16 (até o dia 28), o preço médio tanto da carne resfriada como da congelada negociadas no atacado da Grande SP foi de R$ 4,26/kg, respectivas altas de 3,4% e 4,1% sobre as cotações de dez/15, em termos nominais. Para o animal vivo, na mesma região paulista, a média da parcial deste mês está em R$ 3,01/kg, ligeiramente abaixo (1%) da verificada em dez/15.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink