FRANGO/CEPEA: Preço da carne recua por mais um mês; Vivo fica estável

Frango

FRANGO/CEPEA: Preço da carne recua por mais um mês; Vivo fica estável

Agosto não foi um bom mês para a avicultura nacional
Por:
128 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

Agosto não foi um bom mês para a avicultura nacional. Os preços do animal vivo e da carne estiveram enfraquecidos ao longo de praticamente todo o período, enquanto os valores de alguns insumos (especialmente milho e farelo de soja) subiram, em certos casos impulsionados pela forte valorização do dólar. No início do mês, segundo colaboradores do Cepea, produtores ficaram frustrados, pois tinham expectativa de que a demanda aumentasse, fundamentados no típico aquecimento no período e também no fim das férias escolares.

Agora no final de agosto, o movimento de queda dos preços do animal foi reforçado, visto que as demandas interna e externa não reagiram. Na parcial deste mês (até o dia 30), o frango congelado registra média de R$ 3,66/kg no atacado da Grande São Paulo, 5,9% abaixo da de julho/18 (de R$ 3,89/kg), mas 9% acima da de agosto/17 (R$ 3,36/kg), em termos nominais. A média do frango resfriado está em R$ 3,60/kg neste mês, queda de 2,9% frente à de julho (R$ 3,71/kg), mas alta de 6,4% em relação a agosto/17 (R$ 3,39/kg). Apesar das desvalorizações observadas para a carne, o preço do animal vivo segue estável. Na parcial de agosto, o frango vivo, negociado na Grande São Paulo, teve média de R$ 2,97/kg, com ligeiro recuo de 0,5% frente ao mês anterior e expressivo aumento de 20,7% em relação a agosto/17. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink