Fras-le reforça presença Global com Unidades no Exterior

Agronegócio

Fras-le reforça presença Global com Unidades no Exterior

Para estabelecer as ações e estratégias a Gestão da empresa renovou todo o seu planejamento estratégico em 2008
Por: -Renata
201 acessos
Maior fabricante de materiais de fricção da América Latina e um dos maiores do mundo, com forte presença internacional em mais de 80 países, a Fras-le quer ser reconhecida como empresa global e com crescimento ancorado na sustentabilidade. Os desafios foram divulgados juntamente com as perspectivas, durante apresentação da empresa à Associação dos Analistas e Profissionais de Investimentos do Mercado de Capitais - Apimec, em São Paulo, nesta terça-feira, 23/06.

Para estabelecer as ações e estratégias a Gestão da empresa renovou todo o seu planejamento estratégico em 2008, sendo que uma das principais alterações ocorreu com a Visão da Companhia, a qual tornou-se ainda mais desafiadora. “Ser uma Empresa Global com Faturamento de R$ 1 bilhão até 2013, com Sustentabilidade”.

Estratégias
Entre as estratégias, aparecem a entrada em operação da unidade industrial da China no segundo semestre deste ano, bem como o início das operações do campo de provas. Com o suporte da Unidade Alabama a Fras-le também inicia até o final deste primeiro semestre a comercialização de pastilhas de freio no mercado de reposição norte-americano, onde o potencial de crescimento para essa linha de produtos é promissor, além disso a unidade industrial possibilita a Fras-le posicionar-se mais próxima de seus clientes, o que facilitará o desenvolvimento de novos negócios no segmento de pastilhas de freio naquele mercado.

A unidade de produção de metálicos, em operação desde o início do ano, também aparece como estratégia, pois possibilitará a integração da cadeia produtiva e autonomia para a empresa na produção de plaquetas utilizadas em pastilhas de freio e componentes metálicos utilizados nas sapatas de freio.

“Com algumas ações comerciais tomadas, reduções de custos, ajustes e melhorias no processo produtivo, conseguimos suportar bem os efeitos da crise mundial iniciada no último trimestre de 2008 e permanecemos competitivos no mercado. Com números de faturamento melhores já verificados nos meses de abril e maio, acreditamos que o pior da crise já passou e que estamos mais fortalecidos para continuar com as ações necessárias e obter sucesso nos desafios que teremos pela frente, atingindo nossa Visão e os objetivos traçados.” Daniel Randon, Diretor Superintendente e de Relações com Investidores.

As informações são de assessoria de imprensa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink