Frutose amplia leque de opções para combustível

Agronegócio

Frutose amplia leque de opções para combustível

Uma equipe de cientistas americanos descobriu que o açúcar encontrada em frutas, mel e cana, pode se transformar em um potente biocombustível
Por:
9 acessos

Uma equipe de cientistas americanos descobriu que a frutose, uma forma simples de açúcar encontrada em frutas, mel e cana-de-açúcar, pode se transformar em um potente biocombustível, segundo a edição desta sexta-feira (22-06)da revista científica britânica Nature (www.nature.com).

Dirigidos por Jim Dumesic, do departamento de Engenharia Química e Biológica da Universidade de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos, os pesquisadores desenvolveram uma reação química com a ajuda de catalisadores que transformou a frutose em um composto chamado 2,5-dimetilfurano, que pode ser usado como combustível no futuro.

Segundo eles, em comparação com o etanol obtido do milho e da cana-de-açúcar, a densidade energética do 2,5-dimetilfurano é 40% mais alta e ele é menos volátil. Embora o etanol seja atualmente o único combustível renovável potencialmente sustentável e amplamente usado no Brasil, ele apresenta limitações como baixa densidade energética, alta volatilidade e a poluição pela absorção de água da atmosfera.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink