Fumicultores de SC suspendem entrega do produto e ameaçam fechar empresas

Agronegócio

Fumicultores de SC suspendem entrega do produto e ameaçam fechar empresas

Mais de 700 produtores estiveram reunidos na noite desta segunda-feira
Por:
1127 acessos
Mais de 700 produtores de tabaco (fumicultores) do Sul de Santa Catarina estiveram reunidos na noite do dia 24, na localidade de Soares em Araranguá/SC afim de definirem os rumos que o setor ira tomar frente aos problemas enfrentados junto as empresas que compram este produto.

Depois de horas de debate ficou definido que nenhum fumicultor de Santa Catarina deve entregar seu produto para as empresas fumageiras até o dia 31 de janeiro, dia em que representantes de entidades que representam os agricultores nos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, juntamente com Afubra (Associação dos Fumicultores do Brasil) devem se reunir (pela terceira vez nesta safra) em Santa Cruz do Sul/RS, em mais uma negociação para assinatura de um protocolo com as empresas que compram fumo no Brasil onde devem ser definidos os valores pagos pelo produto e os critérios de classificação.

Segundo os representantes a decisão deste grupo deve ser levada a todos os produtores de tabaco dos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná fazendo assim uma grande mobilização no intuito de pressionar as empresas fumagerias a melhorarem tanto o preço pago pelo produto quanto os critérios de classificação. Eles pediram ainda o apoio incondicional dos comerciantes (supermercados, lojas, etc..) que tiveram baixas nas vendas de final de ano porque as empresas não receberam até final de Dezembro nenhum quilo do produto, causando um efeito cascata, desestabilizando a economia local e os lares de muitas famílias que nem se quer tiveram uma ceia de natal descente.

O evento iniciado pelos próprios fumicultores no dia 21 de janeiro contou com o apoio dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais da Macro Região de Criciúma e Micro Região do Vale do Araranguá, com a presença dos Presidentes dos STRs, o Presidente da FETAESC (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Santa Catarina), prefeitos, vereadores, deputados e diversas lideranças da sociedade ligadas a atividade rural.

As informações são da Redação Revista Folha Rural.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink