Fundação MT apoia programa sobre aplicação responsável de defensivos
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,170 (1,12%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (-0,36%)


Agronegócio

Fundação MT apoia programa sobre aplicação responsável de defensivos

Através de um Mini Dia de Campo, produtores e operadores de pulverizadores receberão treinamento para tornar as operações de aplicação mais eficientes e rentáveis
Por: -Janice
2103 acessos
Será lançado nesta quinta-feira (19), em Rondonópolis/MT (há 220 quilômetros de Cuiabá), o Programa de Aplicação Responsável (PAR) que tem o objetivo de desenvolver para produtores rurais e equipe o conceito de responsabilidade na aplicação de defensivos agrícolas. A Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT, apoia o programa que conta também com a parceria da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e da Dow Agrosciences.

Pesquisadores e técnicos das entidades realizadoras do programa estarão em 30 fazendas localizadas nos principais municípios produtores de Mato Grosso para difundir o PAR. Através de um Mini Dia de Campo, produtores e operadores de pulverizadores receberão treinamento para tornar as operações de aplicação mais eficientes e rentáveis.

“Produtor e equipe podem aproveitar melhor os recursos materiais e tecnológicos disponíveis. Isso vai desde fazer boas práticas de pulverização, ao uso correto de equipamento de proteção individual, fazer uso das recomendações técnicas até a venda de seu produto”, afirma Leandro Zancanaro, pesquisador da Fundação MT.

De acordo com Ulisses Antuniassi, professor da Unesp, as informações geradas pelo PAR podem contribuir com a redução das perdas e do risco de deriva nas aplicações e da melhoria na qualidade das aplicações de defensivos. “Vamos disseminar e ajudar o produtor a executar as boas práticas de pulverização”.

Além do treinamento, a equipe do PAR pretende levantar informações sobre como é feito as operações de aplicação de defensivos agrícolas nas propriedades visitadas, analisar qualitativa e quantitativamente o processo de aplicação e inspecionar os pulverizadores utilizados nas fazendas que receberão a equipe. “Faremos um diagnóstico da situação atual da tecnologia de aplicação entre os produtores das regiões envolvidas no trabalho e um diagnóstico do estado atual das máquinas pulverizadoras em suas áreas de atuação”, explica Antuniassi.

O primeiro Mini Dia de Campo será realizado na fazenda SM II situada em Rondonópolis/MT para 30 produtores e operadores da região.

As informações são da assessoria de imprensa da Fundação MT.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink