Fungos folhares podem aumentar resiliência
CME MILHO (SET/20) US$ 3,166 (-23,71%)
| Dólar (compra) R$ 5,22 (0,05%)

Imagem: Pixabay

PESQUISA

Fungos folhares podem aumentar resiliência

A pesquisa inclui culturas importantes, como a soja
Por: -Leonardo Gottems
2383 acessos

Alguns estudos realizados em várias partes do mundo indicam que os fungos podem ser usados para aumentar a resiliência da planta. Os fungos microscópicos podem ser encontrados em quase todos os lugares, desde a superfície da pele e o solo sob os pés até as folhas das plantas de milho e soja. Muitos desses fungos são inofensivos e alguns são úteis, produzindo as vitaminas necessárias ou afastando os fungos prejudiciais.

Uma equipe interdisciplinar de pesquisadores do estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, está iniciando um ambicioso projeto de três anos para identificar os fungos benéficos encontrados em cinco culturas principais: milho, soja, trigo, cânhamo e capim-arroz.

A equipe é liderada por Christine Hawkes, professora do Departamento de Biologia Vegetal e Microbiana de uma universidade local. Uma vez identificados os fungos benéficos, a equipe trabalhará para determinar como as espécies de fungos ajudam as plantas a combater doenças e a tolerar o estresse causado pela seca.

A equipe também trabalhará em ferramentas para detectar os tipos de fungos presentes em um campo e métodos para melhorar a comunidade de fungos presentes, da mesma forma de como comer iogurte para melhorar sua saúde intestinal, exemplifica. "Nosso objetivo principal é melhorar o gerenciamento da saúde das plantas e aumentar a sustentabilidade das culturas através do uso de fungos benéficos nas folhas das plantas", disse Hawkes, que também é membro do Cluster de Microbiomas e Comunidades Microbianas Complexas , um cluster de excelência do Programa de Excelência de Professores do Chanceler . "Esperamos mitigar perdas desnecessárias no rendimento das colheitas para tensões como secas e doenças, o que nos ajudará a aumentar com segurança nosso suprimento de alimentos e a alimentar melhor o mundo", completa.

O projeto é um dos quatro projetos interdisciplinares selecionados pelo Escritório de Pesquisa e Inovação do Estado da Carolina do Norte que recebeu financiamento inicial para enfrentar os desafios globais enfrentados pela agricultura identificados pela Iniciativa de Ciências da Planta da Carolina do Norte (NC PSI).


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink