Furlan critica tarifas dos EUA sobre álcool
CI
Agronegócio

Furlan critica tarifas dos EUA sobre álcool

Furlan defendeu uma "ação legítima de lobby" para esclarecer aos americanos que etanol brasileiro é "uma alternativa interessante"
Por:

O ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, criticou o lobby dos produtores americanos de etanol, que insistem na manutenção da barreira tarifária (de US$ 0,52 por galão) ao produto brasileiro. Falando a executivos e dirigentes de multinacionais americanas, Furlan defendeu uma "ação legítima de lobby" para esclarecer aos americanos que etanol brasileiro é "uma alternativa interessante aos Estados Unidos".

"É uma questão de oportunidade e percepção", observou o ministro aos empresários, acrescentando adiante:

"Se os EUA não flexibilizarem suas regras (tarifas de importação), as exportações brasileiras (de etanol) irão para outros mercados."

Para o ministro, entretanto, a visita do presidente George W. Bush fez "reflorecer" as boas relações entre os dois países. E, apesar da posição inflexível em relação à barreira tarifária ao etanol brasileiro, ele se disse confiante em avanços nas relações com os americanos.

"Foram plantadas muitas sementes e nas conversas privadas com o presidente (Bush) se abriram alternativas", disse a avaliar o saldo da visita.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink